jan 19, 2018

Compartilhar informações pode ser melhor do que pensa!

OPA! E aí, tudo bom? Compartilhar é vida, você sabia? Saiba que compartilhar informações pode ser tão bom para você quanto para quem recebe!

Hoje eu vim para falar de um assunto que parece ser um cotidiano na vida das pessoas, principalmente de quem vive muito o ambiente online, mas que ainda encontro algumas pessoas que relutam em aceitar isso. Hoje, informação é tão importante que é visto por aqui (na internet) como formar de ganhar likes e presença digital. Por isso, venho aqui falar para você que estuda muito empreendedorismo e se esforça pra isso, que é legal você compartilhar as informações que você encontra por aí!

Pois é, pode parecer o contrário quando você vê uma pessoa “interessada” demais no seu trabalho e você desconfia que queira copiar o que você faz, ou bate um receio de você ficar para trás ao compartilhar informações. Mas veja e reveja! Isso só pode acontecer se você não tiver a capacidade de conectar informações de forma a criar. Ideias novas, soluções novas, conhecimento. De nada vale uma informação, se você não sabe usá-la! Se você tem em você a originalidade para fazer coisas que valem a pena para as pessoas e conseguir viver disso, ótimo! Você terá um espaço seu para viver assim, como quiser.

Compartilhar informações é melhor do que pensa

Compartilhar é vida!

 

Além disso, compartilhar informações ajuda você a fixar melhor as ideias, manipulá-las de forma a conseguir enxergar um novo conhecimento. Tem ainda mais benefícios nisso! Você ganha credibilidade ao educar as pessoas, pode conquistar mais clientes para o seu negócio com esta credibilidade e confiança do mercado em você. Pessoas que também possuem informações se encontram através dessa troca e o empreendedorismo como um todo se enriquece de ideias e novas soluções para atender a sociedade. A informação compartilhada transforma o conhecimento!

 

Portanto, obter informações é algo que todos nós temos que fazer. Mas compartilhá-las e transformar o ambiente em torno de você em um espaço de ideias e conhecimento é algo que vem só de você. Essa responsabilidade pode ser sua também e isso te trará muitos benefícios, pode ter certeza! Por isso, venho até você compartilhar informações, ideias e até sentimentos. Tudo isso para ajudar você a sonhar mais e fazer mais. #elasonhaelafaz

Se você gostou do texto, não deixe de comentar e compartilhar com suas amigas!

*****
Assine a newsletter e receba informações valiosas
sobre empreendedorismo e tudo sobre o universo #elasonhaelafaz.

jan 19, 2018

Vida pessoal X Empreender: Como equilibrar?

OPA! Tudo bom? Hoje eu venho até você para dar dicas para equilibrar a vida pessoal e empreendedorismo. Espero que goste!

Quando você sonha e realmente acredita nele, é necessário ir atrás para tornar tudo isso em realidade. Isso nós já sabemos, não é mesmo? Mas você tem consciência de que estar presente no empreendedorismo é algo que pode te dar distância de outras coisas, principalmente questões pessoais? Pois é, gente. Eu tenho mais de oito anos de empreendedorismo e sei bem que equilibrar a vida pessoal e a vida de empreender é um DESAFIO E TANTO!

Pessoas que estão em um crescimento sólido no seu business e se encontram numa situação onde você tem que estar atento 24 horas por dia no seu negócio. Estar sempre criando soluções em prol do seu sonho, requer abrir mão de algumas coisas. Pode ser que você ainda não esteja vivenciando isso, pode ser que você se encontre no início dessa fase da sua carreira, mas veja, é importante saber disso! Para tudo que buscamos e conquistamos, nós abrimos mão de outra coisa. Falando assim, pode ser algo ruim ou definitivo. Mas calma! A vida está sempre em transformação e equilibrar vida pessoal e empreender é possível, sim.

Viagens: Viajar é algo que nos transforma! Eu amo viajar e acredito que muita gente também goste. Mas ter um tempo disponível para você e sua família para uma viagem pode ser algo impossível para uma empreendedora que está a frente de um negócio e que precisa crescer e se tornar importante. Por isso, te aviso logo que a palavra férias pode ser algo um pouco distante da sua vida se você se encontrar em crescimento sólido e ganhar notoriedade no seu negócio.

Maternidade: Um tempo que é impossível de recuperar e que pode fazer falta para a criança e para você. Um cargo que é posto para nós sem escolha por muito tempo, hoje é possível fazer esta escolha, que por muitas vezes se resulta em culpa e conflitos. Suas responsabilidades podem se esbarrar e atrapalhar, mas não fará de você uma péssima mãe ou empreendedora, lembre-se disso!

Espaço para a mente: Algo que passa longe de uma empreendedora! É um desafio estar tranquila e presente numa situação pessoal, mas não é impossível. Assim como modificamos os hábitos ao parar de procrastinar, por exemplo, devemos mudar os hábitos quando saímos do ambiente profissional e entramos no pessoal. Eu falo sobre isso nesse vídeo e acho que pode te ajudar!

Olha, são coisas que grandes empreendedores no Brasil relatam quando o assunto é esse. Com tudo isso, podemos pensar que nem tudo nós podemos ter, mas podemos ter tudo o que queremos, se formos em busca. Equilibrar vida pessoal e empreender é mais um desafio que nós encaramos. Sua carreira irá te proporcionar muitas alegrias e estarei aqui para ajudar no que for!

Se você gostou desse texto, comente aqui embaixo! Deixe seu relato ou experiência para todas nós.

*****
Assine a newsletter e receba informações valiosas
sobre empreendedorismo e tudo sobre o universo #elasonhaelafaz.

jan 10, 2018

COMO COMECEI?

Opa! Se você chegou até aqui, é por que você tem vontade de começar. Vem comigo que vou te mostrar um pouco de como comecei no empreendedorismo. Espero que goste! #elasonhaelafaz

Gente, eu acredito que este início de ano nos traz muitos pensamentos e desejos para começar um projeto, não é mesmo? Por isso eu vim aqui para compartilhar com vocês um pouco de como comecei minha história como empreendedora.

Espero muito que este texto ajude você a começar seus projetos, mesmo que não se sinta pronta para começar, pois é assim mesmo! A gente nunca vai se sentir totalmente preparada. Nós simplesmente embarcamos nesse rumo e vamos aprendendo no caminho, tirando boas experiências e crescendo mais e mais. Sem mais enrolação! Vamos lá?

Quando eu ainda estava na faculdade de publicidade, no Rio de Janeiro, identificava que este mundo digital, de blogs e redes sociais, era algo bem mais próximo do que eu aprendia na sala de aula. Aquele modelo de agência, que comprava mídia em TV, mais tradicional, não encaixava comigo. Então eu decidi fazer cursos extracurriculares paralelamente à faculdade. Fiz vários! Um deles foi na SENAI CETIQT, onde pude apresentar um projeto que tinha criado lá mesmo, a ECO Souvenirs. Uma empresa de souvenirs ecológicas nada caretas! Foi lá que tive o primeiro incentivo e aprendizado e pude vivenciar a carreira de empreendedora. Coloquei em prática o projeto em 2009 e foi uma experiência muito boa!

Ainda com esta satisfação de ter meu negócio, mas ainda com muitos desafios, pude ver mais uma oportunidade chegando até mim. Na época, o SEBRAE estava abrindo espaço para jovens empreendedores do Rio de Janeiro para levar seu negócio para ser incubado. Era uma chance de aprender muita coisa boa e poder ter conhecimento em manter um negócio com pouco investimento, que era o que precisava no momento. E assim fui, na famosa cara de pau! Me inscrevi e apresentei minha história. Pelo menos eles me conheceriam, né? E não é que me escolheram?!

Meu negócio foi escolhido dentre 20 que estavam na disputa para ser uma promessa do RJ. Uma surpresa maravilhosa pra mim! Foram 2 anos de MUITO aprendizado. Tive contato com as estruturas de uma empresa e ter mais segurança para avançar no empreendedorismo. E foi no SEBRAE que eu pude montar um planejamento estratégico, onde vi que precisava reformular a empresa para se manter em crescimento.

Então, a ECO Suvenirs se transformou na Holic. Foram 5 anos a frente desta empresa, até fechar a venda dela, que existe até hoje! Foi um período de muita coisa boa na minha vida e pude ganhar bagagem suficiente para começar mais um projeto: O Grupo IT Brazil. Foi em 2015 que pude mergulhar de cabeça no comando da empresa e chegar até agora.

Minha história até agora não foi nada fácil! Tive ajuda de amigos, família e gente que acreditou no meu trabalho. Tenho muito a agradecer por eles! E tenho certeza que você também pode crescer como empreendedora. Estude muito, acredite nos seus objetivos! Analise o mercado, tenha uma visão estratégica e foque no que é importante para o crescimento do seu business. Isso tudo é #elasonhaelafaz! E se quiser ter mais dicas boas sobre empreendedorismo, recomendo este dois textos: este e este.

Espero muito que tenha gostado, se tem alguma dúvida ou quer compartilhar sua história, fique à vontade para comentar aqui embaixo. E se quiser saber mais um pouco sobre o meu início, vou deixar aqui embaixo dois vídeos falando sobre inícios.

Um beijo, tchau!

*****
Assine a newsletter e receba informações valiosas
sobre empreendedorismo e tudo sobre o universo #elasonhaelafaz.

jan 9, 2018

TRANSFORME UM HOBBY EM NEGÓCIO

Trabalhe com o que ama e não trabalhe um dia na sua vida! Conheça 3 dicas e transforme um hobby em negócio. #elasonhaelafaz

Muita gente não percebe que seu hobby pode ser tornar um business lucrativo. Você tem um hobby que você realmente ame fazer e as pessoas ao seu redor também veem o quão bem você faz este hobby? Agora vamos transformá-la em um empreendimento? Vem comigo que você vai descobrir como transformar seu hobby em um negócio.

A primeira dica que eu vou dar pra vocês é: Pesquise! Mas como assim?

Às vezes a gente apenas tem uma ideia de que o que a gente faz pode se tornar um negócio. Precisamos confirmar se esta ideia pode se concretizar ou não. Para isso, pesquise no mercado se existe demanda para o que você quer oferecer. Comece com seus amigos, familiares e expanda o quanto puder.

MUITO IMPORTANTE, GENTE! Você precisa fazer esta pesquisa baseado no tipo de público que você vai atender. Por exemplo, não adianta falar com alguém que não tem filhos sobre um possível negócio de bebês. Conseguem entender? Fiquem ligados nisso! Continuando, você pode realizar as pesquisas presencialmente, conversando com as pessoas, ou montando uma pesquisa online.

A dica que eu dou para montar uma pesquisa online de forma super simples é o site Surveymonkey. Comece desde já e saiba se vale a pena ou não começar a empreender.

transforme um hobby em trabalho #elasonhaelafaz

Meu maior hobby é o meu trabalho! #elasonhaelafaz

Segunda dica para transformar seu hobby em negócio é saber se você está no local certo e na hora certa.

Calma, vou explicar pra vocês! Além da pesquisa de demanda, é necessário também que você pesquise em quais pontos você irá expor seu negócio, se no momento é favorável para a construção do negócio. No geral, você precisa ter consciência se é preciso muito ou pouco investimento em Marketing para que sua empresa seja conhecida. Assim, você pode ver se precisará de um investidor ou se você consegue movimentar sozinha seu negócio, por enquanto.

Vamos para a terceira dica? Então vamos lá! O que eu tenho pra dizer neste ponto é: se você possui um emprego e quer saber quando largar tudo para trabalhar 100% no seu empreendimento, vá com cautela!

É preciso ter certeza de que o business está realmente te proporcionando uma possibilidade de se manter exclusivamente dele. É praticamente uma regra de ouro não colocar os pés pelas mãos! Tenha certeza de que é possível viver neste momento sendo somente empreendedora.  Espere, pelo menos, seis meses com um salário igual ou maior ao que você ganha no seu emprego. Isso te dará motivação para continuar em frente com seu negócio. É muito importante você manter sua motivação sempre em alta empreender com sucesso. Tenha paciência que tudo dará certo!

Gostaram, pessoal? Foi de coração! Espero que tenha gostado e se quiser saber um pouco mais, é só ver o vídeo em que falo sobre isso. Ah, aproveita e se inscreva no meu canal e ative o sino para acompanhar os novos vídeos. 😉

Um beijo, tchau!

***
Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo sobre o universo #elasonhaelafaz.

jan 9, 2018

Tem dias que nada vai dar certo. E tudo bem!

Tem dias que nada vai dar certo. E tudo bem! Sabe por quê? Esse dia vai passar, você vai retomar as energias e um novo dia vai chegar para você se entregar e buscar aquilo que sonha.

Eita que lá vem textão pra você! Hoje eu quis ajudar você que também está nessa vida agitada, e até mesmo louca de empreender que a gente tanto ama. Espero que goste!

E ainda tem mais. Você sairá deste dia ruim com um aprendizado que vai fazer diferença na sua vida, te fazendo ainda mais forte e madura para agir. Para algumas pessoas, empreender significa viver em um glamour eterno, mas na verdade não é bem assim. Vai ter dias que realmente terá glamour, você também trabalha pra isso, não é mesmo? Mas também tem MUITA luta, dedicação, consistência e determinação para, dia após dia, ir conquistando metas, alcançando objetivos e realizando estratégias que definirão o seu sucesso.

Tem dias que nada vai dar certo, mas tem outros que vai dar muito certo.

Vai valer a pena, pode acreditar!

As coisas, às vezes, caminham mais devagar do que os nossos desejos, eu sei. Mas saiba que o seu esforço e dedicação está funcionando, sim! Sabe quando você vai ver isso? Quando um familiar seu que nunca entendeu nada do seu negócio começar a esboçar uma palavra ou outra sobre o seu sonho, sem nem mesmo você ter iniciado o assunto. Quando um amigo ou amiga quiser te ajudar sem você ter pedido, simplesmente por ter sentido um pouco da sua crença inabalável de que tudo isso vai valer a pena. Quando pessoas que você nem imaginava chegar até você e parabenizar pelo trabalho. Quando até mesmo quem não vai com a sua cara se render, mesmo que um pouquinho, pela sua grandeza de ser uma empreendedora de corpo e alma.

Empreender não é para quem quer apenas o prêmio, mas sim para quem quer viver por inteira e sair disso tudo como uma vitoriosa. Então, quando sentir que tem dias que nada vai dar certo, lembre-se disso. Pois as coisas boas sempre chegam depois da tempestade.

Deixe aqui nos comentários a sua história ou algo que te move a ser a empreendedora que você tanto ama ser.

Um beijo, tchau!

*****
Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo sobre o universo #elasonhaelafaz.