fev 2, 2018

Como situar seu negócio no mercado

OPA! Tudo bom com você? Venho aqui mais uma vez para saber: Você sabe o que pode influenciar o sucesso da sua empresa? Saiba agora como situar seu negócio no mercado!

 

Quando falamos em mercado, temos uma infinidade de questões para se discutir, analisar e monitorar. Mas caso você esteja começando e não está muito inteirada no assunto, ou quer relembrar um tópico interessante de marketing, é aqui mesmo que você deve ficar! Porque eu vou explicar para você que existem forças externas ao seu negócio que podem influenciar o andamento do seu empreendimento. Vamos lá?

 

Você que tá começando seu negócio deve enxergar, num primeiro momento, somente o que você oferece para o público (produto ou serviço) e o público-alvo, como pontos principais. Mas saiba que seu negócio é influenciado por outras forças que são externas e, por isso, não são do seu controle e que podem ajudar ou atrapalhar seu negócio neste momento. Eu vou te mostrar que forças são essas e o que você pode fazer para lidar com elas e situar seu negócio no mercado.

 

A primeira força que eu vou apresentar a você é a força competitiva. Nada mais é do que as decisões de marketing de cada empresa, que modificam as reações do consumidor no mercado. Então, o que outros negócios que competem com você fazem, direta ou indiretamente, modificam a forma que você precisa lidar com o mercado. Definir uma estratégia competitiva é FUNDAMENTAL! Tenha questões como “Devo competir?” “Como?” “Em qual mercado?” respondidos de acordo com a situação atual do seu negócio.

 

A segunda força que você precisa saber para situar seu negócio no mercado é a político-legal, que são as leis que regem o local que você atua. É muito importante saber os direitos e deveres do seu empreendimento para continuar no jogo sem ferir nenhuma regra e contribuir com a cidadania. Conheça as leis que regulamentam o mercado que você atua e o código do consumidor para se manter sempre respaldada na lei.

 

A terceira força que você precisa saber para situar seu negócio no mercado é a força econômica. O momento econômico do país é um fator importante para manter seu negócio na ativa. Influencia o modo que o consumidor gasta seu dinheiro e escolhe o que compra. Então, fique atenta se o momento é de prosperidade, recessão, recuperação. Se o desemprego aumentou ou diminuiu, como está a inflação/deflação, se o consumidor consegue ter dinheiro sobrando para consumir seu produto ou serviço. Com essas informações, você pode traçar estratégias melhores para o seu empreendimento.

 

A quarta força que você precisa saber para situar seu negócio no mercado é a força tecnológica. Nada mais é do que o conhecimento das ciências, invenções tecnológicas que permitem melhorar a produção e reduzir custos. Também influência na forma que os produtos e serviços são distribuídos. Tudo isso pode atrapalhar ou melhorar a situação do seu negócio no mercado. Fique de olho e reserve capital para atualizar seu maquinário!

 

A quinta e última força que você precisa saber para situar seu negócio no mercado é a força sociocultural, que é mais forte quando se tem um negócio de âmbito internacional, com diferenças culturais grandes. Aqui, é a força de escolha, de informação e pressão do consumidor sobre o mercado. Se estiverem bem mobilizados, podem alterar o rumo econômico, político e jurídico de um país. Então fique atenta!

 

É isso, gente! Essas foram as forças externas que podem alterar o rumo da sua empresa. Estude bastante sobre o assunto. Você terá ainda mais segurança para gerir seu sonho! Se gostou do texto, não deixe de compartilhar! Caso queria comentar algo, fique à vontade.

Um beijo, tchau!

 

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

jan 31, 2018

Saiba juntar dinheiro e realizar seu sonho

OPA! Me diz uma coisa, se você é daquelas que não consegue ver a cor do dinheiro e fica lá toda mergulhada nos boletos, esse texto é pra você. Saiba juntar dinheiro e realizar seu sonho!

 

Lidar com dinheiro é algo que nem todas têm a habilidade e isso é comum por não temos uma educação financeira adequada. Mas dá pra aprender, gente! E não é nenhuma missão impossível, pode acreditar. Eu vou te dar agora algumas dicas para você saber juntar dinheiro e realizar seu sonho. Vamos lá?

 

Primeiramente, você precisa definir uma meta! Saiba o que você quer no futuro. Seja ele um futuro pequeno, médio ou grande. Defina a meta para que você possa saber aonde você quer chegar. É uma casa que você quer? É um carro? É conseguir um espaço para o seu negócio poder atuar? É conseguir um equipamento novo para seu empreendimento? Seja lá o que for, escreva no papel e defina sua meta. É fundamental que você saiba direcionar o dinheiro que recebe para que não fique sem rumo e gaste com qualquer coisa.

Se você já conseguiu definir o que quer, parabéns! Mas ainda há mais coisas para serem feitos. Agora você precisa saber quanto custa essa meta. Você já sabe aonde chegar, agora você precisa saber quanto você precisa para chegar até o seu sonho. Pesquise sobre e escreva o valor que precisa. Já está parecendo possível, né? E é sim! Mas calma, ainda tem mais.

É fundamental que você defina um valor mensal que você vai juntar. É um compromisso que você vai ter com seu orçamento e com você mesmo, por isso, pense com os pés no chão e veja quanto você pode separar, sem comprometer tudo. Essa dica também vale pra você que quer realizar um empréstimo, como eu disse neste post.

Continuando, você sabe aonde chegar, quanto custa para chegar até seu sonho… Agora você precisa cortar gastos desnecessários. Corte todo gasto que você não precise no momento ou troque por uma alternativa sem gastos. Nós sempre temos um gasto atoa aqui, um gasto desnecessário ali… não pense que isso não atrapalha, porque esse valorzinho pode ajudar muito se multiplicado durante o tempo que você se comprometeu a juntar. Não caia no pensamento de “ah, só dessa vez porque eu mereço” ou o clássico “não vai fazer falta” e o “só dessa vez”. Isso só te distancia do seu objetivo, te fazendo ficar frustrada e arrependida. Nessa hora, tem que ser fria mesmo. Corta tudo!

Visualizou todos os gastos que podem ser cortados e já os retirou do orçamento, né? Espero que sim! Nessa próxima etapa, você precisará ser um pouco mais detalhista. Sabe aquelas taxas, tarifas e serviços que você não usa nunca, mas tá lá, escondido nas suas contas? Encontre todas essas taxas e se livre delas! Você verá que esse montante é significativamente alto para você alcançar e até passar o valor que precisa guardar mensalmente.

A próxima dica é boa! Se você ficou até agora comigo, muito obrigada! Vamos lá. Por mais que você defina metas e corte gastos, é difícil você observar o valor que você está disposta a reservar crescendo mês a mês. Isso por que tá tudo junto numa conta só. Aí você só vai ver mesmo é o dinheiro saindo! Então, para sermos organizadas e termos uma melhor noção do dinheiro sendo separado, coloque esse valor em uma conta separada. Assim você tem certeza de que o valor que você está juntando está acumulando e não está indo com os gastos. Isso também te dá um ânimo maior, porque você vai ver o dinheiro sempre ali, no seu lugar, crescendo sempre.

Outra coisa interessante que acontece com a gente é que nem sempre nós estamos focadas nos nossos objetivos. E isso é normal! Vai bater aquela vontade de comprar uma besteira pelo menos uma vez durante o processo. Para não comprometer seu orçamento, coloque seus gastos em débito automático para que você possa assumir com seus gastos sem preocupações e risco de desviar um dinheirinho em besteiras. Programe seus gastos e ganhos para te deixar mais tranquila durante o desafio de juntar dinheiro.

 

E aí, curtiu o texto? Espero que sim! Esses foram alguns toques que quis compartilhar com vocês, para que alcancem de forma mais fácil o sonho de vocês. Tenho certeza que irão conseguir! Determinação é que não falta em vocês.

Compartilhe este texto com quem precisar! Você pode ajudar uma amiga.

 

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

jan 29, 2018

3 dicas para pegar empréstimo sem susto

OPA! Tudo bom? Vem cá, você sabe o que deve fazer antes de pedir um empréstimo ao Banco? Então veja aqui 3 dicas para pegar empréstimo sem susto!

 

Quando o assunto é dinheiro, muita gente sente aquele gelo na espinha, não é mesmo? O tema requer atenção e equilíbrio emocional para controlar recursos e manter seus investimentos e gastos em ordem. Mas, nem sempre a gente tá equilibrado financeiramente e pode ser que você precise pegar um crédito. Tudo bem! Vamos às dicas e assim você terá mais tranquilidade para pegar empréstimo sem susto.

Dicas para pegar empréstimo sem susto! #elasonhaelafaz

Dicas para pegar empréstimo sem susto! #elasonhaelafaz

 

A primeira dica para você pegar empréstimo sem susto é definir bem seu objetivo. Parece simples, mas tem gente que se quer tem um objetivo claro para os seus recursos! Gente, é preciso saber MUITO bem o que você quer realizar e se isso é passível de um empréstimo neste momento. Será que você não pode juntar dinheiro, investindo numa poupança, rendendo juros e, futuramente, conseguir dinheiro suficiente? Pense bem no seu objetivo!

 

A segunda dica é não comprometer sua reserva de emergência. Se você tem um dinheiro que sobra e quer aproveitar para fazer um empréstimo e conseguir um bem qualquer ou viajar, pense melhor nisso! Quando você tiver uma emergência, terá dinheiro para pegar a parcela do empréstimo e a situação que ocorreu? Por isso, analise muito seu orçamento antes de pegar um empréstimo para não ficar na corda bamba!

 

A terceira dica para você pegar empréstimo sem susto é pesquisar a taxa de juros. Não é porque você tem uma conta no Banco X que você vai pegar o empréstimo lá. Perca bastante tempo pesquisando e comparando taxas de juros dos bancos. Vai valer muito a pena! Além disso, é importante comparar o CET (Custo Efetivo Total) que são os encargos e taxas extras para adquirir o serviço. Isso é mais importante que os juros! Pode resultar em mudanças na escolha do banco que você vai pedir o crédito. Se isso tudo for algo bem difícil para você, hoje é possível encontrar buscadores de crédito online, que te ajuda a comparar taxas e CET’s de forma mais simplificada.

 

É isso, minha gente! Dinheiro faz parte do jogo e ter atenção nessa parte pode ser um avanço na realização do seu sonho. Por isso, não desanime se isso não é a sua praia! Fique ligada nessas dicas e em outras que virão. O assunto pode ser mais simples do que pensa! Espero que tenha gostado do texto. Compartilhe com suas amigas e ajude-as a ser mais #elasonhaelafaz. Quer comentar algo sobre o texto? Fica à vontade! Lerei com todo prazer.

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

jan 10, 2018

COMO COMECEI?

Opa! Se você chegou até aqui, é por que você tem vontade de começar. Vem comigo que vou te mostrar um pouco de como comecei no empreendedorismo. Espero que goste! #elasonhaelafaz

Gente, eu acredito que este início de ano nos traz muitos pensamentos e desejos para começar um projeto, não é mesmo? Por isso eu vim aqui para compartilhar com vocês um pouco de como comecei minha história como empreendedora.

Espero muito que este texto ajude você a começar seus projetos, mesmo que não se sinta pronta para começar, pois é assim mesmo! A gente nunca vai se sentir totalmente preparada. Nós simplesmente embarcamos nesse rumo e vamos aprendendo no caminho, tirando boas experiências e crescendo mais e mais. Sem mais enrolação! Vamos lá?

Quando eu ainda estava na faculdade de publicidade, no Rio de Janeiro, identificava que este mundo digital, de blogs e redes sociais, era algo bem mais próximo do que eu aprendia na sala de aula. Aquele modelo de agência, que comprava mídia em TV, mais tradicional, não encaixava comigo. Então eu decidi fazer cursos extracurriculares paralelamente à faculdade. Fiz vários! Um deles foi na SENAI CETIQT, onde pude apresentar um projeto que tinha criado lá mesmo, a ECO Souvenirs. Uma empresa de souvenirs ecológicas nada caretas! Foi lá que tive o primeiro incentivo e aprendizado e pude vivenciar a carreira de empreendedora. Coloquei em prática o projeto em 2009 e foi uma experiência muito boa!

Ainda com esta satisfação de ter meu negócio, mas ainda com muitos desafios, pude ver mais uma oportunidade chegando até mim. Na época, o SEBRAE estava abrindo espaço para jovens empreendedores do Rio de Janeiro para levar seu negócio para ser incubado. Era uma chance de aprender muita coisa boa e poder ter conhecimento em manter um negócio com pouco investimento, que era o que precisava no momento. E assim fui, na famosa cara de pau! Me inscrevi e apresentei minha história. Pelo menos eles me conheceriam, né? E não é que me escolheram?!

Meu negócio foi escolhido dentre 20 que estavam na disputa para ser uma promessa do RJ. Uma surpresa maravilhosa pra mim! Foram 2 anos de MUITO aprendizado. Tive contato com as estruturas de uma empresa e ter mais segurança para avançar no empreendedorismo. E foi no SEBRAE que eu pude montar um planejamento estratégico, onde vi que precisava reformular a empresa para se manter em crescimento.

Então, a ECO Suvenirs se transformou na Holic. Foram 5 anos a frente desta empresa, até fechar a venda dela, que existe até hoje! Foi um período de muita coisa boa na minha vida e pude ganhar bagagem suficiente para começar mais um projeto: O Grupo IT Brazil. Foi em 2015 que pude mergulhar de cabeça no comando da empresa e chegar até agora.

Minha história até agora não foi nada fácil! Tive ajuda de amigos, família e gente que acreditou no meu trabalho. Tenho muito a agradecer por eles! E tenho certeza que você também pode crescer como empreendedora. Estude muito, acredite nos seus objetivos! Analise o mercado, tenha uma visão estratégica e foque no que é importante para o crescimento do seu business. Isso tudo é #elasonhaelafaz! E se quiser ter mais dicas boas sobre empreendedorismo, recomendo este dois textos: este e este.

Espero muito que tenha gostado, se tem alguma dúvida ou quer compartilhar sua história, fique à vontade para comentar aqui embaixo. E se quiser saber mais um pouco sobre o meu início, vou deixar aqui embaixo dois vídeos falando sobre inícios.

Um beijo, tchau!

*****
Assine a newsletter e receba informações valiosas
sobre empreendedorismo e tudo sobre o universo #elasonhaelafaz.

jan 9, 2018

ATRAIA MAIS CLIENTES PARA SEU E-COMMERCE

Opa! Tudo bom? Você possui um e-commerce, mas não sabe como atrair seus clientes? Hoje eu venho para dar algumas dicas para que você atraia mais clientes para seu e-commerce. Espero que goste!

As plataformas digitais de vendas estão ganhando cada vez mais espaço na preferência da população brasileira, sobretudo com os mais jovens. Isso é resultado de um espaço prático e rápido para apresentação e conversão de vendas dos produtos oferecidos. Tudo isso em um ambiente confortável e seguro. Mas ainda com todos estes benefícios, seu e-commerce pode não alcançar as metas estabelecidas e entrar em queda de vendas. Por isso, vou te dar algumas dicas para atrair seus clientes.

Atraia mais clientes para seu e-commerce! - #elasonhaelafaz

Atraia mais clientes para seu e-commerce!

  • Conheça seu público:

As plataformas mudam, mas este conceito dificilmente irá mudar. Seja como for o seu negócio, é preciso conhecer seu público. Pesquise sobre como eles buscam por produtos e serviços, do que eles gostam e como eles chegam até você (via pesquisa, redes sociais, sugestões). Alinhe seu e-commerce com estas preferências e assim, será muito mais fácil do público ir até você.

  • Saiba o que o cliente gosta ou não na sua plataforma:

Você conseguiu alinhar as preferências do cliente com a sua plataforma e ele chegou até você, mas por algum motivo ele não ficou muito tempo no seu site. Pode ser que a plataforma não esteja agradável para ele! Isso quer dizer que você precisa melhorar o ambiente para que seu público navegue pelo site sem grandes dificuldades. O Google Analytics é uma ferramenta que fornece parâmetros precisos para observar o tráfego do seu site.

  • Trate o SEO como um processo:

O sistema de otimização dos motores de busca precisa ser tratado como um processo. Significa que você ou o colaborador que está responsável por isso precisa sempre trabalhar para aperfeiçoar as páginas da sua plataforma para que seja mais fácil encontrar seu e-commerce na web. Observe como você usa as palavras-chave no texto e na meta-descrição da página, além das boas práticas de leitura da página.

  • Posicionamento é fundamental:

Assim como eu havia dito neste post, é muito importante que seu negócio tenha um bom posicionamento de mercado, sobretudo quando seu negócio é um e-commerce. Na web, a competitividade é maior e se posicionar significa ser notada em um mar de marcas que investem para também serem vistas. Por isso, tenha um bom posicionamento para que você se torne uma marca autêntica.

Observe o que a sua marca e plataforma precisam para ganhar ainda mais clientes e não perca tempo em mudar o que deve ser mudado. Após as mudanças, analise os resultados e, se for necessário, revise e mude novamente. O importante é tornar a plataforma o mais agradável possível para o cliente. Espero que tenha gostado! Se você quiser saber mais sobre empreendedorismo, assista aos vídeos do meu canal do Youtube e assine a newsletter do site. Você receberá conteúdo valioso para crescer ainda mais e conhecer o movimento #elasonhaelafaz.

 

Um beijo, Tchau!