jan 16, 2019

3 autoras que falam sobre empreendedorismo

Opa, tudo bom?

Um grande prazer meu, e acredito que pode ser seu também, é conversar e trocar ideias com outras mulheres empreendedoras.

É enriquecedor poder trocar experiências, não só de empreendedorismo, mas do empreendedorismo do ponto de vista da mulher.

E como, em alguns momentos, você pode se encontrar um pouco solitária nesta caminhada, é importante você desenvolver seu networking para o bem-estar da sua carreira e da sua mente.

Caso trocar ideias, conversar com outras mulheres não seja o seu forte, não precisa culpar sua introspecção e timidez! Nada como um bom livro pra gente “conversar” com a autora, não é verdade?

Por isso e outros motivos, quero compartilhar com vocês 3 autoras que falam sobre empreendedorismo. Vamos lá?

1) Sophia Amoruso – Girl Boss

Eu já falei sobre este livro no meu canal. Faz alguns anos que eu li e pude ter grandes inspirações e lições através da história da autora. Questões essenciais como ter certeza que empreender é a sua praia, saber sobre riscos calculados são abordados de uma forma que eu achei incrível.

Para quem não conhece a Sophia, vou resumir BEM a história dela no empreendedorismo: Sophia começou aos 22 anos vendendo roupas usadas no eBay. Aos trancos e barrancos ela foi crescendo e desenvolvendo sua loja no eBay até que, 8 anos depois, ela se tornou CEO da Nasty Gal, uma loja virtual gigante, de mais de 100 milhões de dólares.

2) Linda Rottenberg – De Empreendedor e Louco Todo Mundo Tem Um Pouco. Perder o Juízo Pode Ser Um Bom Caminho

Se você conhece o empreendedorismo como é hoje, agradeça a ela. Linda Rottenberg foi pioneira no empreendedorismo global por 20 anos. Ela é formada pela Harvard College e pela Yale Law School e Co-fundadora do Endeavor Global, Inc. A partir da sua experiência profissional, da sua história como empreendedora, a autora ajuda você a entender e desenvolver o pensamento empreendedor. Algo que nos impulsiona, mas também nos paralisa e confunde se não a entendemos e conhecemos.

3) Liana Melo – Beleza Natural. A História da Rede de Cabeleireiros que Levantou a Autoestima das Brasileiras

Quem estudou um pouco dos casos mais conhecidos no empreendedorismo, com certeza já ouviu falar no Beleza Natural. O empreendimento que começou lá no Rio de Janeiro, depois de muitos testes, alguns que acabaram deixando o irmão de Zica careca, se tronou pioneiro no mercado de beleza voltado para os cabelos cacheados, junto com a parceria de Leila Velez.

A história do Beleza Natural é fundamental para você entender como um empreendimento atua na necessidade de grupos sociais e como a inovação pode levar até estes grupos uma solução. Zica Assis e Leila Velez, junto com seus sócios, são verdadeiras inspirações!

Espero muito que tenha gostado destas dicas! Tem mais alguma autora que você gosta e não encontrou aqui? Compartilha comigo aqui mesmo ou lá no perfil @elasonhaelafaz.

Compartilhe também este conteúdo para que outras mulheres conheçam a história de empreendedoras que cresceram com seus empreendimentos.

Um beijo, tchau!

dez 10, 2018

Os ciclos e os recomeços

Opa, tudo bom?

Espero que sim! Hoje quero falar com você não só sobre a vida empreendedora, mas sobre a vida no geral.

E quero falar especificamente sobre os ciclos e os recomeços.

Recomeçar implica em deixar pra trás um fim e seguir através do começar mais uma vez.

Mas recomeços são muito mais ou menos do que isto. Vai depender da forma que você encara fins e começos.

Encarar estes momentos determinam fortemente como você é no momento e como sua vida seguirá caso não haja mudanças internas.

Tem gente que tem dificuldades em lidar com finais. Tem gente que tem dificuldades em lidar com inícios.

Acontece que é necessário para a nossa vida existir recomeços. Sem isso, não haveria como nos desenvolver, aprender, conhecer e aplicar na nossa vida. Sem os finais, como seriam os belos inícios que você teve na vida?

Nós entramos em conflito com os recomeços quando não reconhecemos que são momentos como este que nos renovam.

Sim, é cansativo recomeçar. Eu sei disto. Mas todos os dias vivemos o cansaço da noite para acordarmos pela manhã renovados. Recomeçar é tão trivial quanto respirar, que também tem seu fim e início.

Entre o fim e o início existem perdas e ganhos, dores e alegrias, o voltar-se para dentro e a manifestação de nós.

Para cada noite de dor, cansaço e perdas, haverá da manhã de alegrias, ganhos e revitalização.

Então, o que vim aqui dizer é: Não tenha medo de recomeçar. Todas nós estamos vivendo finais e inícios que nos farão ainda mais poderosas do que já somos.

É sua a escolha de encarar a vida como uma linha reta ou como um ciclo.

Espero que este papo tenha ajudado você a ter um pouco mais de força para seguir. Se você sabe de alguém que precisa ler este texto, compartilhe!

Um beijo, tchau!

dez 7, 2018

O Universo cria, ela sonha, ela faz – O Início

Opa, tudo bom?

A partir deste texto, vamos começar uma série de conteúdos que irão te ajudar a compreender a sua rotina de acordo com a astrologia.

A grande parceira dessa jornada será a professora e astróloga Sandra Perin, que estará no time ESEF para ajudar todas nós.

“O Universo cria, ela sonha, ela faz”. Este título mostra como há muita coisa que rege nossa energia e isto reflete na forma que agimos na nossa vida.

É entendendo isso que a gente vai buscar se aperfeiçoar, perceber a energia fluindo do universo até nossas ações e vice-versa, além de ter consciência deste fluxo.

Hoje, dia 07/12/2018, começaremos já com grandes acontecimentos no universo astrológico: O fim do Mercúrio Retrógrado. Com a palavra, Sandra Perin:

“Hoje, a Lua Nova em Sagitário traz o final do Mercúrio retrógrado e a comunicação volta a fluir com mais harmonia. Traz, também, a força dos Deuses para o mês de dezembro. Sagitário representa o homem – e o cavalo, aquele que sabe conduzir seus instintos primários para grandes vitórias. Dia de refletir sobre quem comanda sua jornada: o corpo ou a mente? ”

O questionamento sobre o comandante da sua jornada surge quando fases terminam e começam. Será que fui impulsiva? Será que perdi tempo pensando demais?

Este equilíbrio importante para a vida humana estará sempre conosco. O ponto que definirá o nosso equilíbrio é o autoconhecimento.

Só assim a gente tem capacidade de fazer melhores escolhas acerca da manifestação da nossa essência.

O que este dia e a fala da Sandra diz sobre sua essência? Conta para gente!

Espero que esta estreia tenha contribuído com a sua vida e que tenhamos muitos momentos juntos falando sobre o assunto.

Compartilhe este conteúdo.

Um beijo, tchau!

nov 16, 2018

Slow Fashion: Nossa relação com a vestimenta se transformou.

Opa, tudo bom?

A nossa relação com a vestimenta tem se transformado, assim como muitos aspectos da sociedade. Num paralelo com avanços tecnológicos, a moda se inseriu em um quadro de mudanças na forma de pensar a vestimenta.

Com as novas possibilidades de comunicação, produção e consumo, vemos grandes empresas estabelecendo uma estrutura de consumo de moda rápida e descartável.

Mas o que pensar de nós, empreendedoras, que estamos com ideias, sonhos e conhecimento prontos para serem aplicados? É verdade que a forma de moda que citei, o Fast Fashion, não dá muita chance para a criação ou inovação.

É aí que entramos. O poder de escolha do consumidor e sua visão mais ampla da sua presença participativa da sociedade demanda para gente um modo de fazer moda que pense mais nas pessoas do que no consumo.

O Slow Fashion é um movimento relativamente recente que atraiu pessoas que questionavam a forma descartável que usamos roupas, sem levar uma autenticidade para quem usa. Conceitos como este, além da inovação, são fatores que proporcionam ao Slow Fashion o espaço para pensar: O que a moda pode fazer realmente para contribuir com o mundo?

É por isso que alguns empreendimentos investem no design, no fator criativo e na economia sustentável para criar soluções reais para o uso de roupas na vida cotidiana das pessoas. Nós não queremos só ficar lindas. Queremos ficar lindas, autenticas, confortáveis e engajadas em nosso espaço.

Então, porque não reinventarmos a moda que conhecemos e investir nossas necessidades, desejos e soluções reais no mercado?

O Slow Fashion surgiu com este intuito. O fator humano é ponto principal do movimento, onde a atenção é voltada para a humanização da cadeia de produção e de consumo. Costureiras e Costureiros são reconhecidos em suas produções, criativos pensam em todos os aspectos da vida do consumidor para gerar uma real identificação com sua marca, o consumo é revisto no âmbito individual, como construção de identidade, e no âmbito coletivo, como ação de transformação da sociedade.

Este é um mercado que ganhou força nos últimos tempos, merece um olhar atento para quem busca empreender na área ou já é atuante. Há diversos parceiros que podem acrescentar ao Slow Fashion e você pode ser mais uma agente do movimento que visa quebrar padrões nocivos do mercado da moda.

Espero muito que tenha gostado destes insights e que possa contribuir com sua caminhada empreendedora. Compartilhe este texto com todos que acharem importante e não deixe de comentar aqui ou nas plataformas sociais a sua sugestão, ideias, críticas e mensagens.

Se quiserem que eu fale mais sobre o assunto, comentem lá no insta!

Um beijo, tchau!

nov 9, 2018

Intensivo para a sua carreira empreendedora: Conheça a SGE

Opa, tudo bom?

Hoje eu vim compartilhar com vocês uma dica incrível para quem busca um intensivo para a sua carreira empreendedora. Tenho certeza que você vai gostar!

Por mais de 10 anos estou na carreira empreendedora e durante este tempo tive muitos parceiros, mentoras e oportunidades de negócios através de conteúdo relevante trocado por pessoas e empresas. Mas este é um dos grandes momentos que aguardamos chegar, ansiosamente.

Eu estou falando da Semana Global do Empreendedorismo.

Em diversos pontos do mundo são produzidos eventos, palestras e atividades que abordam o empreendedorismo e suas mais variadas questões, como o empreendedorismo feminino por exemplo.

Durante a semana do dia 12 até o dia 18 de novembro, teremos aqui no Brasil muitas atividades que visam capacitar tecnicamente e também na prática pessoas que se interessam pelo assunto, que querem começar a carreira ou já possuem uma carreira empreendedora e querem se atualizar. Para todo mundo há uma chance de se desenvolver!

E é claro que o #elasonhaelafaz não ia ficar de fora, não é mesmo?

Durante a semana do dia 12 a 18 de novembro teremos vídeos no canal TODOS OS DIAS! Além disso, você vai encontrar aqui no blog assuntos mais especializados, no perfil do Instagram teremos dicas e insights para motivar sua semana e avançar ainda mais para a realização dos seus objetivos.

Serão dias importantes que daremos uma atenção ainda mais especial para você que, assim como eu, encontrou sua paixão no empreendedorismo! Até mesmo você, que ainda pretende mergulhar de cabeça nos seus projetos empreendedores, mas não se encontrou por completo, você também terá espaço aqui e nas outras plataformas para se descobrir e trabalhar de acordo com suas paixões e sentir que realmente está agindo para transformar o mercado e a vida das pessoas.

Acompanhe as plataformas para se informar, conseguir insights, se desenvolver e também participar com experiências, sugestões, dúvidas e com seu conhecimento. Vai ser um ótimo intensivo para a sua carreira empreendedora. Tenho certeza que serão dias inspiradores!

E aí, vamos com tudo?!

Um beijo, tchau!

Quer saber mais sobre o SGE? Entra aqui.