out 31, 2018

Planejando o desenvolvimento do seu negócio: Comece já!

Opa, tudo bom?

Vou começar te perguntando: Qual vai ser o plano do seu próximo ano novo? Carnaval, já deve ter pensado, não é mesmo?

Imagino que sim. Em algum momento da vida você planejou uma viagem, um evento, seu ano novo. Então porque você acha que não deve planejar o desenvolvimento do seu negócio? Já pensou nisso?

Bom, é claro que pode passar pela sua cabeça, as limitações que você imagina existir para montar um plano de negócio. Então eu vim aqui para auxiliar você a colocar em prática o planejamento de negócio. Como o assunto é bem grande, aqui será uma introdução ao assunto. Vou mostrar que você consegue elaborar este plano e será importantíssimo para o futuro da sua carreira. Vamos lá?

Primeiro, vamos entender os motivos pelo qual você deve começar a planejar o desenvolvimento do seu negócio.

Bom, você já deve ter visto eu falar aqui ou no meu canal que sonhar é bom, mas que realizar é ainda melhor. Essa é minha bandeira da vida! Mas ó, não vá pensando que SÓ realizar já basta. Eu também planejo, pesquiso, analiso, para então realizar. Lembre-se de que é a sua carreira e seu investimento que está em jogo.

Então, para que você não descubra na prática que você está fazendo algo errado, nem se perca nas suas tarefas e objetivos, o plano de negócios tá aí! Com este documento, você monta no papel todas as partes que formam o seu negócio. Assim, você diminui as incertezas, tem uma trilha mais definida para seguir e consegue responder dúvidas como “será que este negócio é viável? ”

Um ponto importante é que um plano de negócios não é um caminho imutável, pelo contrário. Haverá momentos em que o planejado será diferente do real. Portanto, é importante que você tenha contato com seu plano no futuro, para que você entenda melhor que mudanças realizar, sem fugir muito do caminho.

Entendendo a estrutura do plano de negócios

Sabendo o que você precisa para montar este documento já fica mais fácil para começar, não é mesmo? Então, o plano de negócios se constitui dessa forma, geralmente:

  • Sumário Executivo
  • Pesquisa de Mercado
  • Plano de Marketing
  • Plano Operacional
  • Plano Financeiro
  • Plano de crise
  • Avaliação estratégica

 

Aqui nós vamos passar resumidamente em cada tópico para que você entenda as partes que envolvem o plano de negócio e tudo que você deve gerenciar daqui pra frente. Parece trabalhoso, e é! Mas a organização deixa tudo mais objetivo e melhor para lidar. Tenha tempo e dedicação para construir este plano, pois será seu guia daqui pra frente, como mencionei antes, e também será a porta para conquistar investidores, já que é indispensável o plano de negócios para captar recursos.

Sumário Executivo

A primeira parte do plano é mais um resumo do plano todo. Para fins de consulta rápida ou apresentação para investidores, é importante ter um sumário executivo bem formado para deixar todo o conceito do negócio bem amarrado. Por isso, é aconselhável que você produza esta parte por último, para que não aja divergências de informações. Dentro do Sumário Executivo você vai encontrar:

  1. Resumo dos principais pontos do plano de negócio
  2. Dados dos empreendedores, experiência profissional e atribuições
  3. Dados do empreendimento
  4. Missão da empresa
  5. Setores de atividades
  6. Forma jurídica
  7. Enquadramento tributário
  8. Capital social
  9. Fonte de recursos.

Hoje dá para encontrar de forma bem didática cada parte do sumário executivo. Não é difícil produzir esta parte, na verdade é bem fácil. No entanto, você precisa ter todo o restante do plano de negócios bem estruturado para poder montar seu sumário executivo corretamente.

Análise de Mercado

Esta etapa consiste na coleta e tratamento de informações que deem base para justificar seu plano de negócios. Eu falei sobre Pesquisa de Mercado neste texto e pode te ajudar bastante! No caso do plano de negócios, devemos também pesquisar e analisar dados importantes de concorrentes e fornecedores, além dos clientes.

Plano de Marketing

O Plano de Marketing consiste na construção teórica dos 4 pontos básicos de Marketing, que são o produto, preço, promoção e praça, que também é chamado de 4P’s de Marketing. Para cada ponto, você deve estruturar o que vai ser real, dentro das diretrizes da empresa, como missão, setor de atividade, etc.

Plano Operacional

Como o nome já indica, nesta parte vamos estabelecer como o seu negócio vai operar. Isso inclui o espaço e como vai se dispor, a capacidade de produzir e atender, mensurar a quantidade de recursos humanos e como será feita a operação, a atividade do negócio.

Plano Financeiro

No final, é isso aqui que vai importar para os investidores. Caso você escolha buscar investimentos externos, é importante deixar esta etapa muito bem estruturada. Uma série de sub tópicos serão necessários para organizar a forma que você planejou seu negócio:

  1. Investimento total
  2. Estimativa dos investimentos fixos
  3. Capital de giro
  4. Investimentos pré-operacionais
  5. Resumo do investimento total
  6. Projeção de faturamento mensal
  7. Projeção de custo
  8. Projeção de custos comerciais
  9. Apuração dos custos dos materiais diretos e/ou mercadorias vendidas
  10. Estimativa de custo com mão de obra
  11. Projeção de custo com depreciação
  12. Projeção de custo fixo operacional mensal
  13. Demonstrativo de resultados
  14. Indicadores de viabilidade
  15. Lucro
  16. Rentabilidade
  17. Prazo de retorno do investimento

 

É claro que você não precisa fazer exatamente como eu deixei aqui exemplificado. Você pode unir alguns tópicos que possuem mais ou menos o mesmo sentido. Aqui eu quis mostrar para você o que envolve o financeiro do seu plano de negócios.

Plano de crise

O plano de crise é uma etapa que vai demonstrar para você mesma e para os outros a maturidade para lidar com uma carreira empreendedora. Nesta parte, vamos simular situações negativas e também positivas para planejar também alternativas de ação para contornar de forma mais ágil e organizada uma possível concretização destas situações. Esta etapa pode te dar uma segurança maior para começar a colocar em prática seu negócio, já que você tem cartas na manga caso ocorra alguma coisa.

Avaliação Estratégica

Aqui nós vamos observar de forma analítica, baseado no Marketing, a fim de tornar sua empresa mais competitiva. Nós vamos utilizar a matriz de análise F.O.F.A (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças), na versão em português, ou SWOT na versão americana. Eu já falei sobre isso neste texto, vai esclarecer bastante caso não conheça ainda esta matriz de análise.

Se você chegou até aqui, tem minha admiração! Tenho certeza que você vai estudar e praticar, para que comece a construir seu negócio com muito mais segurança e objetividade.

Montei este texto com muito carinho e espero que tenha ajudado! Não deixe de compartilhar este conteúdo para que mais pessoas possam começar seu empreendimento com mais firmeza. Comenta aqui o que achou!

Um beijo, tchau!

Deixe seu comentário!