Arquivos da tag: Dinheiro

jun 11, 2018

5 formas de fazer seu dinheiro te ajudar

O ano de 2018 está sendo, para algumas pessoas, um ano de muitos desafios, principalmente na área financeira. Percebo que tem sido difícil para empreendedoras manterem suas contas em dia. Respire. Vamos ao que interessa? Eu vou contar para você 5 formas de fazer seu dinheiro te ajudar ao invés de te atrapalhar!

Dinheiro. Tem gente que vive por ele e tem gente que vive com ele. Estar equilibrada financeiramente é a meta de toda empreendedora, mas nossa carreira recebe diversas mudanças. Como eu posso ficar equilibrada com tudo isso? Você pode diminuir a intensidade destas oscilações e vou te dizer agora a primeira forma de fazer seu dinheiro te ajudar, ao invés de te atrapalhar.

Redefinir suas necessidades

Nós vivemos em um ambiente social que diz que você “merece” tal produto ou precisa de outro, por diversos motivos. Para quem não tem de forma clara suas necessidades e o que considera suficiente, vai se encontrar consumindo e comprando sem uma coerência. Vai gerar o quê? Gastos supérfluos e descontrole financeiro. Só pare! Vamos lá, o que você realmente precisa para viver? Será que o que você “merece” está fora de você, em itens materiais?

Seu objetivo te torna mais focada

Redefinir suas necessidades também ajuda você a ter mais clareza dos seus objetivos. Ter mais clareza dos seus objetivos te torna mais objetiva financeiramente. Então vamos repensar nossos objetivos e o que estamos fazendo para alcançá-lo? Se você ainda não estipulou de forma clara, um objetivo (pessoal ou profissional), apenas pare. Dispersão só vai gerar descontrole financeiro. Afinal, com que realmente importa gastar?

Tenha sempre dinheiro vivo em mãos

Cartão de crédito. Ah, que coisa maravilhosa não é mesmo? Até recebermos a fatídica mensagem “transação não autorizada” ou aquela bomba diretamente da correspondência chamada fatura. Uma forma de fazer seu dinheiro te ajudar é ele estar presente –real- com você. Fazer transações de forma virtual, através de cartões, fica psicologicamente confortável. Isso contribui para um impulso de compra. Ter o dinheiro em mãos te mostra, de forma mais clara e rápida, que você está gastando. Aliado a um objetivo bem definido e uma definição clara das suas necessidades, você estará caminhando muito bem financeiramente.

Negocie suas dívidas

Caso você está esteja em uma situação complicada financeiramente, vamos ser realistas. Não adianta empurrar a situação para o próximo mês. Aliás, isso só piora! Chegou a hora e encarar de frente e negociar. Vá até o estabelecimento e negocie, enxugue o que puder de juros e estabeleça uma cota para quitar de uma vez sua dívida. Você vai se livrar de uma vez por todas da situação que te tira o sono de uma forma bem mais prática do que sua ansiedade e expectativa mostram para você.

Faça o dinheiro andar

Você tem dinheiro em casa parado, tenho certeza. Como assim, Patricia? Eu vou te dizer. Seu guarda-roupa está lotado de roupas que você nem usa? Acessórios que nunca viram a luz do Sol? Algum móvel que você só atura dentro de casa? Faça dinheiro com eles! Desapega de coisas que não te acrescentam e aumente, nem que seja um pouco, a sua renda. Há diversas formas de vender estes produtos! Hoje há marketplaces segmentados e com um ambiente bem intuitivo para que compradoras e vendedoras possam atuar de forma confortável. Então, porque você não se livra logo dessas coisas que não te definem e nem contribuem com a sua vida? É a melhor coisa que você pode fazer com estas coisas!

Bom, ainda há outras formas de fazer seu dinheiro te ajudar ao invés de te atrapalhar. Caso goste do assunto, comente aqui ou no perfil que eu irei me aprofundar mais no assunto. Eu falo mais sobre finanças neste texto aqui. Não deixe de compartilhar este conteúdo para que mais e mais mulheres possam alcançar seus sonhos através do empreendedorismo e ter independência financeira!

Um beijo, tchau!

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

http://bit.ly/ListaDaPatri

maio 28, 2018

Você já pensou em ser uma franqueada?

Opa, tudo bom? Deixa eu perguntar: Você já pensou em ser uma fraqueada? Aqui eu vou explicar para você o que é, como funciona e se há possibilidade para você trabalhar assim. Vamos lá?

A gente ouve muito por aí a palavra franquia, não é mesmo? O modelo de negócio que estamos falando é bem famoso e já se espalhou pelo Brasil. Mas ainda tem gente que não entende muito bem o que significa esta palavra, além de ter dúvidas sobre como funciona. Por isso, eu vim para explicar tudo e descobrirmos juntas se este modelo poderá ser utilizado por você para empreender.

Se você já pensou em seu uma franqueada, deve ter pensado o que é Franquia, não é mesmo? De modo bem simples, é um modelo de negócio onde uma empresa que possui uma marca, patente, faz a concessão de uso para que outra empresa utilize a marca e o modo de produção. É uma forma da franqueadora ganhar território e promover uma estrutura produtiva e de marca pronta para empreendedoras e empreendedores.

Você já pensou em ser uma fraqueada? #elasonhaelafaz

É assim: Um contrato de concessão estabelecido entre as partes onde a Empresa dona da marca/patente libera os direitos de uso da marca ou produto/exploração comercial do que foi desenvolvido pela dona da marca. Quando se estabelece este vínculo, o empreendedor precisa receber treinamento adequado para reproduzir de forma fiel o produto, serviço, ponto de venda e uso da marca.

Há diversos termos que caracterizam a estrutura de Franquia. Vou falar alguns para você:

  • Royalty: Remuneração periódica paga pelo empreendedor que recebeu a concessão pelo uso da marca e serviços prestados pelo franqueador.
  • Taxa inicial: É a taxa de franquia que é paga logo após a assinatura do contrato. É um valor único estipulado para entrar no sistema.
  • Fundo de Propaganda: É um montante reunido pelo franqueado para adquirir materiais de marketing e propaganda conforme as regras de utilização da marca. Todo franqueado paga para manter este fundo e assim beneficiar toda a rede.
  • Conselho de Franqueados: Grupo de franqueados e o franqueador que se consultam e administram, sobretudo, o fundo de propaganda.

Depois de apresentar o básico do funcionamento de uma franquia, você pode estar ainda com dúvidas sobre que caminho seguir. Eu sei que você tem um sonho e deseja realiza-lo, mas a possibilidade de abrir um negócio que já tem uma estrutura consolidada pode atrair muito! Vamos comparar aqui as características de cada caminho.

Negócio próprio:

O ponto principal é a liberdade de lidar com o negócio da forma que você quiser. Não há franqueador para reportar ou estrutura para seguir. Você montará o seu negócio de acordo com o seu senso. Isso também requer mais responsabilidade! Além disso, é por você a conta de criar a marca, ter a ideia do empreendimento e criar ações de marketing para impulsionar o seu business. Isso requer a competência adequada para o sucesso do seu sonho.

Franquia:

Você começará a partir de uma marca estrutura testada, além de ter ajuda com ações de publicidade. É uma forma menos arriscada de começar, mas têm seus riscos como qualquer negócio. No entanto, você tem mais rigidez no comando, por conta da estrutura de negócio já formada e questões a serem cumpridas. A verificação do andamento da sua administração é algo que vai acontecer, fique sabendo! Mas tudo isso também vem com ajuda na abertura da empresa e em decisões como local do estabelecimento e treinamento.

São características que você, como empreendedora, deve avaliar para escolher algo que se alinhe com a sua forma de trabalhar. Você já pensou em ser uma fraqueada? Em ambas as partes a sua dedicação e profissionalismo vão ser bem requeridas. Caso queira saber mais, nesse link tem uma webnar do SEBRAE que vale a pena ver.

Espero que goste do conteúdo! Me avise aqui nos comentários se você quer ver mais conteúdo relacionado ou outro tema. Compartilhe este texto com quem achar importante! Será de ajuda para estas pessoas.

Um beijo, tchau!

mar 9, 2018

6 dicas valiosas para equilibrar a vida financeira da sua empresa

Opa! Tô de volta pra compartilhar algumas experiências. Quero deixar 6 dicas valiosas para equilibrar a vida financeira da sua empresa. Vamos lá? #elasonhaelafaz

Opa! Tô de volta pra te dar mais algumas dicas. Hoje eu vim falar sobre o que acontece detrás das cortinas do show empreendedor. Aquela parte que neeem todo mundo acha interessante ou animador. Vamos falar de finanças? Tenho 6 dicas valiosas para equilibrar a vida financeira da sua empresa! Chegou a dar um arrepio aí em você? Pois é! Este assunto ainda é complicado para algumas pessoas que se dedicam ao próprio negócio. Por mais que tenhamos aquela expertise no mercado que atuamos ou aquele dom de fazer o que gostamos, não tem como escapar da administração da empresa. Não importa o tamanho dela, lidar com suas entradas e saídas de capital e tudo mais requer uma atenção que nem sempre as pessoas dão, por inúmeros motivos. Por conta disso, chegam as dívidas e se enrolam rapidamente nas contas. Tenha certeza de que isso é de TIRAR O SONO! Por isso, eu quero deixar 6 dicas valiosas para equilibrar a vida financeira da sua empresa. Vamos lá?

Negócio é negócio, pessoal é pessoal

Quando se mistura finanças pessoais com jurídicas, pode ter CERTEZA que vai dar problema! Essa é a dica mais valiosa e que ainda muita gente não segue. Sua empresa é uma instituição que precisa crescer por conta própria. Isso quer dizer que, ao abrir uma empresa, você precisa também abrir uma conta jurídica e manter tudo relacionado ao empreendimento no seu devido lugar: separado das contas pessoais. Assim, tem mais clareza para observar a vida financeira do seu business.

Não subestime o seu negócio

Você está começando um negócio? Sabe que terá aquisições mais simples para dar o ponta pé e depois ir crescendo aos poucos. Mas ó, não é por que seu negócio é pequeno que não vai organizá-lo financeiramente! Pode ser pequeno, médio ou grande, se não tiver organização, seus problemas irão crescer rapidamente e será uma terrível dor de cabeça!

Sempre implemente um controle financeiro

Um complemento da dica anterior! Já que você quer levar a sério a área financeira do seu negócio, independente do porte dele, não deixe de fazer um controle financeiro. Há diversas matérias que explicam a fazer um controle financeiro. Adapte as informações para o contexto do seu negócio, mantenha os dados atualizados e, mais importante, use-os para as tomadas de decisões! Não adianta ter este trabalho se não tem um objetivo, não é mesmo? O Sebrae tem um link falando sobre isso. Vale a pena dar uma olhada depois!

Controle financeiro - image by www.guiaempreendedor.com

Um bom controle financeiro te ajuda e muito!

Dinheiro fácil = juros altos

Se você viu este texto tarde demais e já encontra problemas financeiros no seu empreendimento, não se desespere! Ainda tem como melhorar esta situação, mais rápido do que imagina. Propostas de crédito rápido são tentadoras quando nos vemos endividados, né? Tudo que a gente quer é “resolver” logo o que te tira o sono e jogar o negativo para o futuro. E quando faz isso no cartão pessoal? Aí é para enlouquecer mesmo. Muita gente acaba se enrolando mais, por não perceberem, ou qualquer outro motivo, que os juros deste tipo de crédito são mais altos. Para não cair nesta cilada, converse francamente com um profissional da área e ele te indicará um serviço de crédito que mais se encaixe no seu contexto.

Não tem problema pedir orientação

Pois é, gente. A frase é simples e tem poder. Sabemos que o negócio é seu, que tem suas responsabilidades, mas há pessoas que trabalham para auxiliar empreendedoras e empreendedores como você. Uma destas pessoas podem te ajudar a solucionar seus problemas financeiros. Então para de ficar aí enlouquecendo sozinha, sem saber o que fazer e converse com seu gerente de banco. Exponha tudo que aconteceu e você, além de se sentir mais aliviada, pode encontrar uma solução possível para o seu transtorno. Todas nós precisamos de ajuda em algum momento da carreira (e da vida).

Não espere o monstro crescer!

Não fique aí de bobeira se lamentando ou fazendo pouco para acabar com este monstrinho financeiro. A hora de equilibrar sua vida financeira é agora! Quanto mais rápido você conseguir resolver, mas tranquilo e solido será o crescimento da sua empresa.

Agora você entende que, por mais que tenha o dom para atuar na área que está empreendendo, sua empresa precisa de uma vida financeira planejada e organizada, independente do seu porte? Portanto, reveja as ações que você e seus colaboradores estão tendo em relação a isso e planeje as ações financeiras do seu negócio. E se tiver com dívidas, pode apelar para a renegociação que você será ouvida. 😉

Se você gostou do texto, compartilhe! Será uma ótima forma de ajudar outras pessoas. Comente aqui embaixo se quiser deixar dicas, críticas, elogios, o que for. Terei o prazer em ler!

Um beijo, tchau!

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

http://bit.ly/ListaDaPatri

jan 31, 2018

Saiba juntar dinheiro e realizar seu sonho

OPA! Me diz uma coisa, se você é daquelas que não consegue ver a cor do dinheiro e fica lá toda mergulhada nos boletos, esse texto é pra você. Saiba juntar dinheiro e realizar seu sonho!

 

Lidar com dinheiro é algo que nem todas têm a habilidade e isso é comum por não temos uma educação financeira adequada. Mas dá pra aprender, gente! E não é nenhuma missão impossível, pode acreditar. Eu vou te dar agora algumas dicas para você saber juntar dinheiro e realizar seu sonho. Vamos lá?

 

Primeiramente, você precisa definir uma meta! Saiba o que você quer no futuro. Seja ele um futuro pequeno, médio ou grande. Defina a meta para que você possa saber aonde você quer chegar. É uma casa que você quer? É um carro? É conseguir um espaço para o seu negócio poder atuar? É conseguir um equipamento novo para seu empreendimento? Seja lá o que for, escreva no papel e defina sua meta. É fundamental que você saiba direcionar o dinheiro que recebe para que não fique sem rumo e gaste com qualquer coisa.

Se você já conseguiu definir o que quer, parabéns! Mas ainda há mais coisas para serem feitos. Agora você precisa saber quanto custa essa meta. Você já sabe aonde chegar, agora você precisa saber quanto você precisa para chegar até o seu sonho. Pesquise sobre e escreva o valor que precisa. Já está parecendo possível, né? E é sim! Mas calma, ainda tem mais.

É fundamental que você defina um valor mensal que você vai juntar. É um compromisso que você vai ter com seu orçamento e com você mesmo, por isso, pense com os pés no chão e veja quanto você pode separar, sem comprometer tudo. Essa dica também vale pra você que quer realizar um empréstimo, como eu disse neste post.

Continuando, você sabe aonde chegar, quanto custa para chegar até seu sonho… Agora você precisa cortar gastos desnecessários. Corte todo gasto que você não precise no momento ou troque por uma alternativa sem gastos. Nós sempre temos um gasto atoa aqui, um gasto desnecessário ali… não pense que isso não atrapalha, porque esse valorzinho pode ajudar muito se multiplicado durante o tempo que você se comprometeu a juntar. Não caia no pensamento de “ah, só dessa vez porque eu mereço” ou o clássico “não vai fazer falta” e o “só dessa vez”. Isso só te distancia do seu objetivo, te fazendo ficar frustrada e arrependida. Nessa hora, tem que ser fria mesmo. Corta tudo!

Visualizou todos os gastos que podem ser cortados e já os retirou do orçamento, né? Espero que sim! Nessa próxima etapa, você precisará ser um pouco mais detalhista. Sabe aquelas taxas, tarifas e serviços que você não usa nunca, mas tá lá, escondido nas suas contas? Encontre todas essas taxas e se livre delas! Você verá que esse montante é significativamente alto para você alcançar e até passar o valor que precisa guardar mensalmente.

A próxima dica é boa! Se você ficou até agora comigo, muito obrigada! Vamos lá. Por mais que você defina metas e corte gastos, é difícil você observar o valor que você está disposta a reservar crescendo mês a mês. Isso por que tá tudo junto numa conta só. Aí você só vai ver mesmo é o dinheiro saindo! Então, para sermos organizadas e termos uma melhor noção do dinheiro sendo separado, coloque esse valor em uma conta separada. Assim você tem certeza de que o valor que você está juntando está acumulando e não está indo com os gastos. Isso também te dá um ânimo maior, porque você vai ver o dinheiro sempre ali, no seu lugar, crescendo sempre.

Outra coisa interessante que acontece com a gente é que nem sempre nós estamos focadas nos nossos objetivos. E isso é normal! Vai bater aquela vontade de comprar uma besteira pelo menos uma vez durante o processo. Para não comprometer seu orçamento, coloque seus gastos em débito automático para que você possa assumir com seus gastos sem preocupações e risco de desviar um dinheirinho em besteiras. Programe seus gastos e ganhos para te deixar mais tranquila durante o desafio de juntar dinheiro.

 

E aí, curtiu o texto? Espero que sim! Esses foram alguns toques que quis compartilhar com vocês, para que alcancem de forma mais fácil o sonho de vocês. Tenho certeza que irão conseguir! Determinação é que não falta em vocês.

Compartilhe este texto com quem precisar! Você pode ajudar uma amiga.

 

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

jan 29, 2018

3 dicas para pegar empréstimo sem susto

OPA! Tudo bom? Vem cá, você sabe o que deve fazer antes de pedir um empréstimo ao Banco? Então veja aqui 3 dicas para pegar empréstimo sem susto!

 

Quando o assunto é dinheiro, muita gente sente aquele gelo na espinha, não é mesmo? O tema requer atenção e equilíbrio emocional para controlar recursos e manter seus investimentos e gastos em ordem. Mas, nem sempre a gente tá equilibrado financeiramente e pode ser que você precise pegar um crédito. Tudo bem! Vamos às dicas e assim você terá mais tranquilidade para pegar empréstimo sem susto.

Dicas para pegar empréstimo sem susto! #elasonhaelafaz

Dicas para pegar empréstimo sem susto! #elasonhaelafaz

 

A primeira dica para você pegar empréstimo sem susto é definir bem seu objetivo. Parece simples, mas tem gente que se quer tem um objetivo claro para os seus recursos! Gente, é preciso saber MUITO bem o que você quer realizar e se isso é passível de um empréstimo neste momento. Será que você não pode juntar dinheiro, investindo numa poupança, rendendo juros e, futuramente, conseguir dinheiro suficiente? Pense bem no seu objetivo!

 

A segunda dica é não comprometer sua reserva de emergência. Se você tem um dinheiro que sobra e quer aproveitar para fazer um empréstimo e conseguir um bem qualquer ou viajar, pense melhor nisso! Quando você tiver uma emergência, terá dinheiro para pegar a parcela do empréstimo e a situação que ocorreu? Por isso, analise muito seu orçamento antes de pegar um empréstimo para não ficar na corda bamba!

 

A terceira dica para você pegar empréstimo sem susto é pesquisar a taxa de juros. Não é porque você tem uma conta no Banco X que você vai pegar o empréstimo lá. Perca bastante tempo pesquisando e comparando taxas de juros dos bancos. Vai valer muito a pena! Além disso, é importante comparar o CET (Custo Efetivo Total) que são os encargos e taxas extras para adquirir o serviço. Isso é mais importante que os juros! Pode resultar em mudanças na escolha do banco que você vai pedir o crédito. Se isso tudo for algo bem difícil para você, hoje é possível encontrar buscadores de crédito online, que te ajuda a comparar taxas e CET’s de forma mais simplificada.

 

É isso, minha gente! Dinheiro faz parte do jogo e ter atenção nessa parte pode ser um avanço na realização do seu sonho. Por isso, não desanime se isso não é a sua praia! Fique ligada nessas dicas e em outras que virão. O assunto pode ser mais simples do que pensa! Espero que tenha gostado do texto. Compartilhe com suas amigas e ajude-as a ser mais #elasonhaelafaz. Quer comentar algo sobre o texto? Fica à vontade! Lerei com todo prazer.

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.