Arquivos da tag: ferramentas

jan 24, 2019

O que é ser empreendedora e o que é empreender?

Opa, tudo bom?

Durante minha vida no empreendedorismo, este fenômeno como todo e até mesmo o seu significado foram se formando, tomando corpo.

São 10 anos olhando para as pessoas, para o mercado e encontrando espaços onde soluções inovadoras pudessem ser usufruídas por pessoas e organizações. Antes, tínhamos que contar muito com o “feeling”, com nossa intuição.

Hoje, é mais fácil compreender as capacidades e características que constituem a ação de empreender e o que é uma empreendedora.

Por isso, quero compartilhar com você uma análise do que é ser empreendedora e o que é empreender. Daqui você vai poder observar com mais clareza as suas capacidades e o ambiente que você está, de forma a agir com mais certeza no empreendedorismo.

Como existiu o empreendedorismo?

Antigamente, as ações empresariais eram baseadas na ação organizacional. Ou seja, era necessário um grupo de pessoas se organizarem, estabelecerem funções para alcançar um objetivo comum.

O próprio ato de se organizar era algo descentralizado. Pessoas eram parte de um todo que trabalhavam para esta estrutura crescer e, com isso, se beneficiar individualmente.

Só que a tecnologia foi evoluindo, pessoas também foram evoluindo. A sociedade foi mudando. A gente foi percebendo que existiam pessoas que eram capazes de concentrar esta ação empresarial de se organizar, traçar diretrizes e manter uma relação profissional entre pessoas que gerasse lucro.

Foi aí que começou a ser construída a imagem do empreendedor.

Foi visto que este fenômeno se baseava em alguns campos teóricos como economia, administração e psicologia, e também tinha uma capacidade de juntar este conhecimento para criar novas formas de organizações e de trabalho.

As formas de se organizar na sociedade para gerar trabalho foram mudando. As relações se tornaram mais fluidas, não somos só uma engrenagem de um maquinário e não nos limitamos a só um campo de conhecimento.

Hoje, para ser empreendedora, não é possível só saber administração. Ou só comunicação. Ou qualquer outro campo.

Através deste fenômeno, pessoas se tornaram aptas para trabalhar com sua personalidade e vontade de levar soluções inovadoras para as pessoas. Ocupar um espaço no mercado de forma a fazer diferente.

No geral, o empreendedor e o fenômeno empreendedor se relacionam da seguinte forma:

Dimensão cognitiva/visão empreendedora

Aqui é onde se situa a nossa habilidade de conectar informações e produzir conhecimento que gere ações inovadoras. Através da nossa observação do mercado, da nossa inteligência (dimensão cognitiva) levamos para as pessoas produtos e serviços que atendam de forma não só diferente, mas também melhor de acordo com as necessidades do momento (visão empreendedora).

Dimensão Praxiológica/Ação Empreendedora

Aqui a gente encontra a capacidade do indivíduo empreendedor de reunir pessoas e grupos e concentrar em si a energia que movimenta estas relações. É através da sua capacidade de se posicionar e configurar seu network para que se movimentem em prol do objetivo empreendedor.

 A capacidade de se comunicar, de se relacionar com as pessoas de forma assertiva e baseada na visão empreendedora, de forma que sua rede trabalhe em sinergia para que a próximo campo funcione.

Dimensão Estrutural/Sobreposição Empreendedora

Aqui, com a ação organizacional do empreendedor realizada com sinergia, se dá a existência da dimensão estrutural, que é a materialização da solução inovadora, seja ela um produto ou serviço.

Através da materialização da solução, o empreendedor alcança a tangibilidade do seu objetivo. Então, ocorre o trabalho de colocar esta solução na lacuna vazia das necessidades da sociedade.

O interessante dessa análise é que percebemos que o indivíduo empreendedor e o fenômeno empreendedorismo se complementam. Sem a parte teórica da figura do empreendedor, não é possível encontrar o fenômeno empreendedorismo.

Para cada parte teórica que compõe o campo da pessoa empreendedora, é necessário que a o fenômeno, a manifestação empreendedora ocorra. É entender o que é empreendedor para agir através do fenômeno empreendedorismo.

Espero que através deste texto, você possa compreender melhor o seu papel como uma empreendedora e saiba como agir para que o empreendedorismo continue a transformar a vida das pessoas, incluindo a sua.

Compartilhe este texto e não deixe de comentar se tem alguma dúvida, crítica ou sugestão.

Um beijo, tchau!

Referência: http://www.anpad.org.br/admin/pdf/ESO-C1701.pdf

fev 9, 2018

Ferramentas que podem facilitar sua vida nas redes sociais!

OPA! Vim aqui, mais uma vez, para falar um pouco sobre ferramentas que podem facilitar sua vida nas redes sociais! Se você ainda se enrola em posts, comentários e compartilhamentos, esse texto é pra você!

 

Com a vida quase que inteira voltada para o empreendedorismo, fica bem complicado parar para postar imagens, comentar e compartilhar imagens e textos nas redes sociais corporativas. Eu sei bem disso! Mesmo sendo uma pessoa organizada, pode-se perder um bom tempo com filtros e correções de texto para deixar o material do jeito que você quer. Por isso, eu vim aqui para dar uma dicas de ferramentas que você pode usar que vão facilitar MUITO a sua vida e ganhar tempo para focar em outras coisas. Vamos lá?

 

  1. Postgrain

Uma ferramenta para você programar posts no Instagram e stories, com design simples e bem fácil de usar. Uma ótima ferramenta para otimizar o tempo e deixar programado os posts. Não precisa estar logado para o post subir, pode ficar tranquila! Além disso, a ferramenta oferece um espaço com relatórios sobre crescimento, números de seguidores, compartilhamentos, comentários e likes. Você também consegue gerenciar mensagens diretas e comentários diretamente da ferramenta.

 

  1. Etus

Mais uma ferramenta para você programar posts. Aqui você consegue programar para Twitter, Instagram (com possibilidade de stories), LinkedIn e Facebook. A ferramenta te oferece um ambiente para gerenciar comentários e mensagens diretas para estas plataformas, além de fornecer relatórios sobre o andamento dos seus perfis. É uma boa ferramenta para unificar o trabalho de mídias sociais!

 

  1. Canva

Você que não tem muita habilidade na parte gráfica, pode ficar mais tranquila com esta ferramenta. Ela facilita a sua vida em montar imagens para diversos formatos. Pode ser capa para Facebook ou Stories, a ferramenta já tem o modelo do tamanho certo. Você também encontra diversas inspirações para usar de forma gratuita! O uso é bem intuitivo e você se sentirá uma verdadeira artista gráfica! Você pode trabalhar no seu celular, via app (para android e IOS) e pode usar no seu desktop ou notebook.

 

  1. Trello

Esta é uma ferramenta para organizar tarefas simples e bem flexível para você e sua equipe trabalharem com projetos, objetivos e tarefas que pode ajudar muito o seu empreendimento! O ambiente é totalmente visual, é muito simples de usar e você pode compartilhar seu dashboard com outras pessoas. O ambiente é dividido em cartões, que podem ser subdivididos em tarefas. É possível colocar prazos para as tarefas e você consegue ver tudo o que acontece instantaneamente. É no tipo “arrasta e solta”, então é bem fácil de organizar as coisas lá dentro. Como você pode compartilhar o ambiente com outras pessoas, eles também podem mexer e você pode ver tudo acontecendo. O Trello também vem na versão app, para Android e IOS e para desktop. Nunca mais deixe o trabalho enrolar a sua vida!

 

É isso, gente! Espero que tenham gostado das dicas que quis compartilhar com vocês. Se tiverem experiência com outras ferramentas e quiserem compartilhar, será um prazer! Pode ajudar muita gente que precisa ganhar tempo e organizar a vida online.

Um beijo, tchau!

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

http://bit.ly/ListaDaPatri