Arquivos da tag: marketing

jan 28, 2019

Formas de monetizar seu negócio digital

Opa, tudo bem?

Se você ama empreender e também tem gosto pela vida digital, com certeza já passou pela cabeça iniciar um negócio digital, não é mesmo?

No entanto, ainda há uma enorme dificuldade em entender e gerar o principal em um negócio: renda.

Em um negócio de produção de conteúdo, por exemplo, ainda existe certa dificuldade em encontrar uma forma de ganhar renda com todo o trabalho investido.

O assunto ainda é pouco falado, eu sei. Por isso, eu quero conversar com você sobre formas de monetizar seu negócio digital. Vamos descobrir como ganhar dinheiro com conteúdo?

Encontre seu nicho de conteúdo

Antes de tudo, é preciso construir uma plataforma que tenha conteúdo relevante para um nicho. A importância de segmentar seu blog, site ou canal do youtube é que desta forma é mais propenso relacionar seu conteúdo com produtos e serviços, próprios ou de terceiros, com o conteúdo que produz.

Não é viável ter um blog que fala de notícias em geral e querer recomendar um produto que, inevitavelmente, vai atender só a um segmento. O tráfego que você vai gerar no seu blog não é engajado o bastante para olhar com interesse por um produto que, por definição, foi criado para suprir uma necessidade específica.

Então, se você tem afinidade por nutrição, por exemplo, é interessante segmentar seu conteúdo para emagrecimento, ou então para nutrição sustentável, talvez sua plataforma possa falar de nutrição de performance. São exemplos de segmentação de um assunto que, mesmo parecendo já ser segmentado, pode existir muitos nichos.

Com isso, é possível falar de produtos e serviços que REALMENTE interessam o público que você se relaciona e assim ter maiores chances de converter em vendas.

Bom, descobrimos como começar. Agora como eu posso ganhar dinheiro com isso?

O seu trabalho no blog, site ou canal vai gerar um tráfego grande e qualificado. Pessoas que se interessam por seu nicho vão até você e isto pode servir para que você venda espaço publicitário na sua plataforma. Aqui vão algumas formas:

  • Anúncios de terceiros na sua plataforma

A estrutura aqui se configura dessa forma: Você tem um espaço que consegue gerar tráfego qualificado e grande. Então você disponibiliza espaços estratégicos na sua plataforma para que outras empresas possam anunciar seu produto ou serviço. Sabendo inserir anúncios, a sua plataforma consegue ganhar mais credibilidade, autoridade e conteúdo com anúncios de terceiros que são relacionados ao nicho que você atua. Por outro lado, os anunciantes conseguem chegar até seu público-alvo com mais precisão e maiores chances de conversão, porque estão falando com pessoas que realmente se interessam pelo segmento de mercado que atua.

Para fazer isso, você deve vincular seu site, blog ou canal à ferramentas de monetização como AdSense e Lomadee por exemplo. São ferramentas famosas que ligam produtos de conteúdo e empresas que querem anunciar na internet. O Google AdSense é o mais famoso de todos, que possui um grande grupo de afiliados que disponibilizam sua plataforma de conteúdo para que empresas possam anunciar. A pessoa que tem um blog pode ganhar dinheiro com número de exibições, de cliques no anúncio ou por aquisição (você ganha uma parcela da venda feita através do anúncio que estava na sua plataforma). Cada ferramenta tem a formar de quantificar os ganhos.

  • Produtos e serviços “freemium”

Esta forma de monetização é famosa em negócios como a Netflix e Spotify, por exemplo. O conceito se baseia nas palavras “free” e “premium”. Nada mais é do que oferecer, gratuitamente, uma parcela de todos os recursos da sua plataforma de conteúdo. Caso a pessoa queira mais recursos do seu negócio, basta assinar uma conta premium para ter mais conteúdos por dia e/ou ficar livre de anúncios.

Esta forma de monetização funciona melhor com negócios que já possuem uma autoridade e credibilidade. Como que nós conseguimos autoridade e credibilidade? Com cases de sucesso, conteúdo relevante, muita criatividade, engajamento do seu público e boa segmentação.

Existem plataformas que ajudam você a transformar seu trabalho em um modelo freemium. Hoje, o próprio youtube intermedia esta monetização oferecendo a opção “seja membro”. Dessa forma, o público pode contribuir financeiramente com o canal e é recompensado com conteúdo exclusivo, brindes, entre outras coisas. Esta opção também se relaciona com o conceito de micro transações. Vale a pena saber mais!

  • Produção de conteúdo em parceria com marcas

Esta é uma das opções que pode gerar maior lucro em relação as anteriores. A estrutura funciona da seguinte maneira: Você, produtora de conteúdo, e uma empresa parceira, vão trabalhar juntos para produzir conteúdo que seja relevante para os clientes da empresa e para o seu público. Como mencionamos no começo do texto, o conteúdo sendo bem “nichado”, fica bem mais fácil de trabalhar dessa forma. Somente marcas que realmente se relacionam de alguma forma com a sua comunidade irão até você ou então você pode ir até estas marcas para oferecer um trabalho de conteúdo que gere mais conversões. Há diversos tipos de conteúdo que podem ser feitos neste caso. Há o mais comum, o post patrocinado, existe também a avaliação de produto/serviço, patrocínio por uma marca de uma série de conteúdos exclusivos, participação do seu negócio digital em um evento, entre outros. É importante lembrar aqui que você deve ter muita atenção à forma e conteúdo que mais se encaixe com sua comunidade. Lembre-se de que você construiu um espaço de forte relacionamento com um grupo e com estas parcerias você deve almejar fortificar ou manter este relacionamento, além da monetização.

Bom, ainda existem outras formas de monetizar seu negócio digital. Se for do seu interesse, comenta lá no @elasonhaelafaz que terei o maior prazer em compartilhar outras formas de monetização!

Compartilha este conteúdo que foi feito com muito carinho para você. Quero muito que mulheres possam ser mais independentes financeiramente e também possam realizar seus sonhos através do empreendedorismo. Compartilhando conteúdo relevante, você pode ajudar ainda mais!

Um beijo, tchau!

jan 7, 2019

Inovação e Tecnologia na publicidade online

Opa, tudo bom?

Para todo e qualquer negócio, a publicidade é parte vital para a sobrevivência de um empreendimento. E quando falamos em publicidade online, um universo enorme de possibilidades e desafios faz com que gestoras se sintam confusas ao administrar a comunicação da sua empresa. Isso gera escolhas mal tomadas e prejuízo para seu business.

Por isso, a inovação e tecnologia devem ser conhecimentos em constante atualização. E eu vou compartilhar com vocês dicas valiosas. Vamos lá?

Publicidade online e rejeição

Nos últimos anos, a rejeição por publicidade online feitos diretamente pela marca cresceu exponencialmente. Num ambiente onde a liberdade de informação, de acesso e criação, é um incômodo receber sempre um anúncio que te persegue, não é mesmo?

Então, como podemos estar presentes no cotidiano do público?

Uma das formas inovadoras de fortalecer a sua empresa é adotando o geomarketing para adaptar os hábitos de consumo à sua comunicação. Como funciona? Entendendo onde se localiza os pontos geográficos que concentram um número expressivo de clientes, você direciona sua comunicação para que estas pessoas recebam um anúncio personalização no momento em que estas pessoas passam por estes pontos.

Por exemplo, se o seu negócio se encontra em um local de alto fluxo de pessoas, você pode recorrer a plataformas como o waze, úbere foursquare para avisar seu público de que está passando perto do seu negócio.

Conteúdo espontâneo e publicidade orgânica

Outra forma inovadora de estabelecer um relacionamento sólido com seu target é utilizar o conteúdo produzido por sua comunidade para promover sua marca.

Um dos melhores exemplos é a forma que a Netflix usa suas plataformas sociais. Através do conteúdo que os clientes compartilham, a marca promove sua marca de forma orgânica, a fim de gerar mais engajamento e reduzir seus investimentos em publicidade. Isto acontece porque a Netflix possui uma voz de marca descontraída e alinhado às personas da sua comunidade. Os clientes se sentem à vontade a compartilhar seus momentos com a Netflix.

O relacionamento com a marca através destas ações só é possível com a pesquisa constante dos hábitos e comportamentos do seu target. Identificando padrões de comportamento e evangelizadores da marca, é possível promover sua marca de forma orgânica e indireta, sendo mais aceito pelo público.

Viu como é importante conhecer as inovações e novas tecnologias? Publicidade online é difícil, mas entendendo os mecanismos e comportamentos de consumo, é possível inovar e produzir conteúdo que viralize e cative seus clientes.

Gostou das dicas? Então compartilha esse conteúdo valioso para que mais e mais pessoas entendam que você está por dentro das novidades do empreendedorismo. Conversa comigo nas minhas plataformas se você tem dúvidas, sugestões ou críticas. Vou adorar falar com você!

Um beijo, tchau!

dez 17, 2018

A sua comunidade tem valor. Do tamanho que tiver

Opa, tudo bom?

Veremos aqui que, não só as audiências enormes que vemos nas influenciadoras famosas convertem em rentabilidade. Micro comunidades possuem vantagens.

Desta vez, vamos falar um pouco mais sobre o mercado de influenciadores digitais, um tipo de negócio digital que simboliza muito o trabalho na internet, mesmo sabendo que existem inúmeros outros meios de trabalho.

O poder de fala, de se comunicar de forma cativante e intimista, tomou o poder do tradicional meio de publicidade com figuras que representem os desejos e necessidades do público.

Com a fama, competência e inovação, influenciadores ganham cada vez mais pessoas para a sua comunidade. Isto reflete em alta audiência e com isso, grandes marcas se interessam por este vínculo valioso.

No entanto, com o progressivo conhecimento do mercado e estudos de caso, vemos que os micros influenciadores possuem uma vantagem sobre os grandes.

Justamente o que achamos ser a grande vantagem dos mega influenciadores, o vínculo com sua comunidade, se torna ainda mais forte com os micro influenciadores.

Mas como assim?

Bom, vou explicar. A grande sacada do trabalho de conteúdo e relacionamento com uma comunidade é justamente este vínculo tão próximo.

Não é um trabalho fácil e se torna um desafio cada vez maior conforme sua comunidade cresce.

Estabelecer um vínculo com cada pessoa pertencente da comunidade fica mais difícil quando temos milhões e milhões querendo atenção, comunicando e esperando conteúdo segmentado.

É aí que vemos a diferença com o micro influenciador. Sua comunidade pode ter vínculo maior.

Dessa forma, métricas como engajamento, impressões e conversão são maiores em relação aos mega influenciadores.

Marcas e agências já perceberam esta diferença e viram que investir em micro influenciadores pode resultar em maior conversão para o seu negócio.

No entanto, ambas as partes (influenciador e marca) devem ter uma boa percepção da comunidade que vão atuar, pois são grupos bem segmentados.

A relação entre o interesse da marca e a capacidade criativa do micro influenciador deve estar com uma boa sintonia.

Não se engane, isto não acontece da noite para o dia e devemos ter muito conhecimento do público.

Se você é micro influenciadora ou é uma marca que busca desenvolver estratégias de marketing com maior engajamento, fique atenta à comunidade que atua.

O grande tesouro da comunicação online é o vínculo que possuímos com o grupo que pertencemos e a transformação que você busca levar para a sua comunidade.

Não desanime se ainda não está vivendo a sua expectativa de ser uma mega influenciadora. Você tem uma moeda poderosa nas mãos.

A comunidade será sua base. Trate-a com atenção e inovação.

Espero que tenha gostado destas dicas e que faça bom proveito delas para o seu empreendimento.

Compartilhe este texto e ajude a mais micro influenciadoras a se desenvolverem e fazerem do mercado mais forte.

Um beijo, tchau!

out 31, 2018

Planejando o desenvolvimento do seu negócio: Comece já!

Opa, tudo bom?

Vou começar te perguntando: Qual vai ser o plano do seu próximo ano novo? Carnaval, já deve ter pensado, não é mesmo?

Imagino que sim. Em algum momento da vida você planejou uma viagem, um evento, seu ano novo. Então porque você acha que não deve planejar o desenvolvimento do seu negócio? Já pensou nisso?

Bom, é claro que pode passar pela sua cabeça, as limitações que você imagina existir para montar um plano de negócio. Então eu vim aqui para auxiliar você a colocar em prática o planejamento de negócio. Como o assunto é bem grande, aqui será uma introdução ao assunto. Vou mostrar que você consegue elaborar este plano e será importantíssimo para o futuro da sua carreira. Vamos lá?

Primeiro, vamos entender os motivos pelo qual você deve começar a planejar o desenvolvimento do seu negócio.

Bom, você já deve ter visto eu falar aqui ou no meu canal que sonhar é bom, mas que realizar é ainda melhor. Essa é minha bandeira da vida! Mas ó, não vá pensando que SÓ realizar já basta. Eu também planejo, pesquiso, analiso, para então realizar. Lembre-se de que é a sua carreira e seu investimento que está em jogo.

Então, para que você não descubra na prática que você está fazendo algo errado, nem se perca nas suas tarefas e objetivos, o plano de negócios tá aí! Com este documento, você monta no papel todas as partes que formam o seu negócio. Assim, você diminui as incertezas, tem uma trilha mais definida para seguir e consegue responder dúvidas como “será que este negócio é viável? ”

Um ponto importante é que um plano de negócios não é um caminho imutável, pelo contrário. Haverá momentos em que o planejado será diferente do real. Portanto, é importante que você tenha contato com seu plano no futuro, para que você entenda melhor que mudanças realizar, sem fugir muito do caminho.

Entendendo a estrutura do plano de negócios

Sabendo o que você precisa para montar este documento já fica mais fácil para começar, não é mesmo? Então, o plano de negócios se constitui dessa forma, geralmente:

  • Sumário Executivo
  • Pesquisa de Mercado
  • Plano de Marketing
  • Plano Operacional
  • Plano Financeiro
  • Plano de crise
  • Avaliação estratégica

 

Aqui nós vamos passar resumidamente em cada tópico para que você entenda as partes que envolvem o plano de negócio e tudo que você deve gerenciar daqui pra frente. Parece trabalhoso, e é! Mas a organização deixa tudo mais objetivo e melhor para lidar. Tenha tempo e dedicação para construir este plano, pois será seu guia daqui pra frente, como mencionei antes, e também será a porta para conquistar investidores, já que é indispensável o plano de negócios para captar recursos.

Sumário Executivo

A primeira parte do plano é mais um resumo do plano todo. Para fins de consulta rápida ou apresentação para investidores, é importante ter um sumário executivo bem formado para deixar todo o conceito do negócio bem amarrado. Por isso, é aconselhável que você produza esta parte por último, para que não aja divergências de informações. Dentro do Sumário Executivo você vai encontrar:

  1. Resumo dos principais pontos do plano de negócio
  2. Dados dos empreendedores, experiência profissional e atribuições
  3. Dados do empreendimento
  4. Missão da empresa
  5. Setores de atividades
  6. Forma jurídica
  7. Enquadramento tributário
  8. Capital social
  9. Fonte de recursos.

Hoje dá para encontrar de forma bem didática cada parte do sumário executivo. Não é difícil produzir esta parte, na verdade é bem fácil. No entanto, você precisa ter todo o restante do plano de negócios bem estruturado para poder montar seu sumário executivo corretamente.

Análise de Mercado

Esta etapa consiste na coleta e tratamento de informações que deem base para justificar seu plano de negócios. Eu falei sobre Pesquisa de Mercado neste texto e pode te ajudar bastante! No caso do plano de negócios, devemos também pesquisar e analisar dados importantes de concorrentes e fornecedores, além dos clientes.

Plano de Marketing

O Plano de Marketing consiste na construção teórica dos 4 pontos básicos de Marketing, que são o produto, preço, promoção e praça, que também é chamado de 4P’s de Marketing. Para cada ponto, você deve estruturar o que vai ser real, dentro das diretrizes da empresa, como missão, setor de atividade, etc.

Plano Operacional

Como o nome já indica, nesta parte vamos estabelecer como o seu negócio vai operar. Isso inclui o espaço e como vai se dispor, a capacidade de produzir e atender, mensurar a quantidade de recursos humanos e como será feita a operação, a atividade do negócio.

Plano Financeiro

No final, é isso aqui que vai importar para os investidores. Caso você escolha buscar investimentos externos, é importante deixar esta etapa muito bem estruturada. Uma série de sub tópicos serão necessários para organizar a forma que você planejou seu negócio:

  1. Investimento total
  2. Estimativa dos investimentos fixos
  3. Capital de giro
  4. Investimentos pré-operacionais
  5. Resumo do investimento total
  6. Projeção de faturamento mensal
  7. Projeção de custo
  8. Projeção de custos comerciais
  9. Apuração dos custos dos materiais diretos e/ou mercadorias vendidas
  10. Estimativa de custo com mão de obra
  11. Projeção de custo com depreciação
  12. Projeção de custo fixo operacional mensal
  13. Demonstrativo de resultados
  14. Indicadores de viabilidade
  15. Lucro
  16. Rentabilidade
  17. Prazo de retorno do investimento

 

É claro que você não precisa fazer exatamente como eu deixei aqui exemplificado. Você pode unir alguns tópicos que possuem mais ou menos o mesmo sentido. Aqui eu quis mostrar para você o que envolve o financeiro do seu plano de negócios.

Plano de crise

O plano de crise é uma etapa que vai demonstrar para você mesma e para os outros a maturidade para lidar com uma carreira empreendedora. Nesta parte, vamos simular situações negativas e também positivas para planejar também alternativas de ação para contornar de forma mais ágil e organizada uma possível concretização destas situações. Esta etapa pode te dar uma segurança maior para começar a colocar em prática seu negócio, já que você tem cartas na manga caso ocorra alguma coisa.

Avaliação Estratégica

Aqui nós vamos observar de forma analítica, baseado no Marketing, a fim de tornar sua empresa mais competitiva. Nós vamos utilizar a matriz de análise F.O.F.A (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças), na versão em português, ou SWOT na versão americana. Eu já falei sobre isso neste texto, vai esclarecer bastante caso não conheça ainda esta matriz de análise.

Se você chegou até aqui, tem minha admiração! Tenho certeza que você vai estudar e praticar, para que comece a construir seu negócio com muito mais segurança e objetividade.

Montei este texto com muito carinho e espero que tenha ajudado! Não deixe de compartilhar este conteúdo para que mais pessoas possam começar seu empreendimento com mais firmeza. Comenta aqui o que achou!

Um beijo, tchau!

ago 14, 2018

4 porquês de usar o E-mail marketing na comunicação da sua empresa

Opa, tudo bom?

Durante o trabalho feito aqui no ESEF, eu passo para vocês informações importantes para quem busca abrir seu próprio negócio e quer tornar real seus sonhos. Aqui eu já falei de finanças, vendas, motivação…

Hoje, eu venho falar sobre um componente poderoso na hora de produzir uma estratégia de comunicação. Você pode ser leiga no assunto, mas ainda assim vai perceber que o E-mail marketing tem particularidades que são vantajosas para o seu negócio.

Chega de papo! Saiba os 4 porquês de usar o E-mail marketing na comunicação da sua empresa e entenda de uma vez como esta prática pode te beneficiar. Vamos lá?

  • É um poderoso canal de comunicação

O E-mail marketing é, assim como outros meios de comunicação, importante para a sua empresa. No entanto, o E-mail Marketing se destaca pela forma que atua, estreitando o relacionamento com seu público e, no campo mais prático, promove uma retenção de clientes de mantém a lembrança de marca. Claro que se usado de forma adequada, o que vou comentar mais para frente. Com este mecanismo, a gente tem possibilidade de apresentar-se, oferecer produtos e serviços adequados ao gosto de cada cliente, demonstrar atenção ao seu público, construir uma imagem de marca, entre outros.

  • Mecanismo simples

Se tem uma coisa que ajuda demais uma empreendedora é um mecanismo simples, não é mesmo? Lidando com tanta coisa, ter um meio de comunicação simplificado e poderoso é importantíssimo para o seu empreendimento. É através de ferramentas de envio de E-mail Marketing que você trabalha de forma organizada, rápida e planejada. Além disso, a maioria das interfaces destas ferramentas são intuitivas e oferecem assistência. Com elas, você trata seus leads com responsabilidade e profissionalismo. Tem um estudo que constata que um cliente que teve contato com E-mail marketing tem 20% a mais de chances de converter em uma venda do que um cliente que não teve contato com você através do E-mail Marketing.

  • Alcança os usuários mobile

Um desafio grande para empreendedores é se relacionar com o público através do mobile. Parece fácil, no entanto é preciso conhecer muito bem o público que você está se relacionando. O E-mail Marketing facilita esta comunicação pois seus leads estão verdadeiramente interessados no que você tem a dizer. Outro ponto positivo é a quantidade de pessoas usando o mobile. Segundo o “Google Consumer Barometer”, divulgado no início de 2017, apenas 14% da população possuía smartphones em 2012. Em 2016, esse percentual atingiu 62%. Então, porque não usar este mecanismo para melhorar suas vendas?

  • Você pode mensurar seus resultados

O E-mail Marketing tem todas estas vantagens que eu disse anteriormente. Mas esta é quase a mais importante, e eu vou te dizer o porquê. Em todo e qualquer trabalho de Marketing, é essencial ter mensuração do seu trabalho. Não há como ter evolução, controle e ajuste do seu esforço de Marketing sem um mecanismo de mensuração. A vantagem dos meios online é o alto poder de medir suas ações e o efeito delas, no E-mail Marketing não é diferente. Através das ferramentas de envio de E-mail Marketing, é possível saber quantas pessoas abrem seus E-mails, quem clica aonde, taxa de rejeição… Dessa forma, fica mais claro tomar decisões e ajustar seu trabalho para melhor a comunicação do seu business.

Agora como posso usar o E-mail Marketing?

Se você quer começar a aplicar o E-mail Marketing na sua empresa, deve saber algumas coisas para diminuir os erros no caminho.

  • Continuidade

Para haver um resultado concreto e que dure por um bom tempo, é necessário trabalhar com continuidade no E-mail Marketing. Isso significa que é uma boa prática enviar E-mails com frequência e objetividade. Assim você conquista a primeira vantagem que eu citei no início do texto.

  • Não esqueça do Mobile

Como o mobile é o dispositivo com maior uso pela maioria das pessoas, é uma boa prática montar seu E-mail levando em conta a tela de um smartphone. Ou seja, telas menores requerem texto fáceis de ler e layout limpo, objetivo e leve o bastante para ser carregado nos dados móveis.

  • Consentimento na comunicação

Assim como o seu lead demonstrou interesse ao assinar seu newsletter ele pode, eventualmente, não querer mais receber E-mails do seu negócio. É uma prática respeitosa e transparente com o público, deixar aparente em todos os E-mails que envia, um botão para deixar de receber E-mails. Forçar a barra com E-mails indesejáveis só piora a imagem de marca do seu empreendimento.

  • Um bom assunto é meio caminho andado

Um nome de assunto criativo e interessante para o público já é uma conquista grande, já que diversas outras empresas também estão competindo pela atenção do seu lead. Então, não preciso falar que um assunto de E-mail atrativo é uma boa prática!

É isso. São dicas valiosas que levo para o meu trabalho e acredito que irá dar mais qualidade ao seu trabalho também. Depois me conta o que achou ao aplicar o E-mail Marketing no seu negócio. Compartilhe este conteúdo e ajude mais mulheres a empreenderem e realizarem seus sonhos. Comente aqui embaixo se você tem mais dicas, críticas ou sugestões.

Um beijo, tchau!

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

http://bit.ly/ListaDaPatri