mar 28, 2018

Você é capaz de se desenvolver!

Opa! Olha eu aqui, mais uma vez. Tudo bom? Eu ainda estou montando conteúdo baseado nas dificuldades que as seguidoras do perfil @elasonhaelafaz me mandaram via Direct e agradeço muito pela confiança. Se você ainda não viu o último texto da série, clique aqui.

Algumas pessoas vieram falar comigo que sentem dificuldade em se desapegar do medo de fracasso e acabam nem tentando abrir seu empreendimento que sonhou. Outras pessoas reconhecem que há possibilidade de mudança interna e querem saber como fazer isso. Por isso, eu vim compartilhar com vocês um pouco da minha experiência e das pesquisas que venho fazendo durante a minha carreira no empreendedorismo. Vamos ao que interessa?

Você é capaz de se desenvolver! Começo este texto com esta frase, como uma forma de te levantar e que você fique curiosa também rs.

Muitas de nós crescemos na infância com o conceito estabelecido de que você “é assim” e que não mudará. Se você é boa em matemática, você é boa e ponto. Se você é ruim em química, não há como mudar. Isso se fortalece com a grande pressão em “ser alguém” e provar suas capacidades através de notas de provas, formas de agir etc.

Agora tente lembrar de uma pessoa que é incrível em algo. Será que esta pessoa teve facilidade em chegar a este patamar? Para aqueles que pensam como falei anteriormente, sim. Mas e se eu disser que o esforço, o treinamento e a motivação pode ter levado esta pessoa a ter este reconhecimento? Que esta pessoa também sentiu dificuldade em alguma coisa na sua vida, mas que não viu como o fim da linha e sim como uma etapa de aprendizado? Que não se preocupou com um julgamento de suas capacidades e foi buscar recursos para se desenvolver?

Bom, estas duas configurações mentais são mencionadas no conceito de Mindset (ou configuração mental), que a autora Carol Dweck publicou em seu livro chamado “Mindset: A nova psicologia do sucesso” e que vemos muito em grupos de conversas sobre empreendedorismo. O que foi percebido por Carol é que, o ambiente que nos rodeia tem grande influência no nosso desenvolvimento e que a forma que lidamos com este ambiente reflete em um desenvolvimento da nossa inteligência, da personalidade e da moral. Fatores genéticos também são fatores que incidem sobre nós, mas a nossa configuração mental é importante para o nosso crescimento.

Você é capaz de se desenvolver! - image by freepik

Você é capaz de se desenvolver! – image by freepik

O primeiro exemplo de lidar com o ambiente é chamado por ela de Mindset fixo. Essa configuração nos leva a pensar que ou somos inteligentes ou somos burros em algo, que teremos sucesso ou não, que ganharemos ou não em algo que, às vezes, nem tentamos realizar. Como temos um valor definido em relação à nossa inteligência, temos sempre que colocar à prova para sabermos se o que temos é saudável. Dessa forma, a pessoa com Mindset fixo se compara com outras pessoas, se julga e ouve o julgamos alheio e vê a vulnerabilidade como algo ameaçador.

Em contrapartida, temos o Mindset de crescimento. É esta configuração mental que nos leva a acreditar que um problema não nos limita e que é possível cultivar qualidades básicas através do esforço. Isso não quer dizer que estas pessoas acham que qualquer um pode ser qualquer coisa! Apenas sabem que, dentro deles, há capacidade de se desenvolver e crescer. Estas pessoas se importam pouco ou nada com comparações e julgamentos, por saber que cada pessoa tem uma história e pode seguir caminhos únicos no crescimento próprio.

Minsets fixed (fixo) e Mindset growth (de crescimento)

Percebe que a situação que identifica cada mindset é o obstáculo? Pois é. É nessa situação que vemos uma pessoa desistir ou adaptar sua rotina para se desenvolver e resolver o problema.

Mas aí você pode se perguntar: Como que eu consigo ter um mindset de crescimento?

As pessoas que possuem o mindset de crescimento em alguma questão da sua vida sabem se perceber. Elas conseguem saber o que as irrita, o que as fazem felizes e o que as motivam, por exemplo. Através desta percepção, analisam o ambiente e buscam recursos para desenvolver uma capacidade. A autopercepção é fundamental no autodesenvolvimento!

Agora que você sabe os dois tipos de mindsets, quero deixar um lembrete MUITO importante. As pessoas não possuem só o mindset de crescimento ou só o mindset fixo. Vivemos muitos paralelos (profissão, social, pessoal) e podemos ter configurações diferentes para cada parte da vida. Uma pessoa pode ter um mindset fixo na vida escolar e pode ter um mindset de crescimento na vida social, por exemplo. Isso é importante saber porque é bem provável que você crie uma cobrança excessiva sobre você mesma ao querer buscar o “ideal” de mindset para todas as vias da sua vida. O resultado de um mindset de crescimento vem com motivação, esforço, paixão, treinamento e tempo. Dependendo da situação, muito tempo.

A sacada do mindset é se perceber sempre, e buscar estabelecer, pouco a pouco, uma crença que não te limite, mas que te dê possibilidade de buscar recursos para se desenvolver e realizar feitos de grande importância pra você (os grandes e os pequenos também).

Este conteúdo foi realizado com muito carinho para que você consiga colocar seu sonho no papel e, principalmente, se mexer e fazer acontecer! Levará o tempo que for preciso e será muito rico para a sua vida.

Se você gostou do texto, compartilhe com todas as pessoas que achar importante. Assim você vai ajudar outras pessoas a realizarem seus sonhos. Comente aqui embaixo se quiser deixar mais dicas, críticas ou só um alô.

Um beijo, tchau!

*****

Assine a newsletter e receba informações valiosas

sobre empreendedorismo e tudo que envolve o universo #elasonhaelafaz.

http://bit.ly/ListaDaPatri

Deixe seu comentário!